CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é Autoconfiança?
Diferença entre Autoconfiança e autoestima
Quais os benefícios da Autoconfiança?
O que é ser uma pessoa autoconfiante?
7 Dicas para aumentar a sua Autoconfiança
Como trabalhar a sua Autoconfiança
Indicações de livros sobre Autoconfiança
Frases sobre Autoconfiança
Está pronto para colocar em prática sua Autoconfiança?

Veja nossas dicas para aumentar a sua Autoconfiança e alcançar todos os seus sonhos!

Não tem a Autoconfiança para conquistar o que almeja? Aprenda hoje como ter atitudes de um profissional confiante para assim obter tudo que sempre quis!

Lícia Calvet
Por: Lícia Calvet
Veja nossas dicas para aumentar a sua Autoconfiança e alcançar todos os seus sonhos!

O que falta para você ser mais confiante? Cada um possui uma jornada diferente que leva a ter dificuldades e inseguranças específicas, por isso trabalhar sua autoconfiança, que é a base para realizar qualquer atividade com mais segurança e eficácia, é essencial nesse processo.

A autoconfiança é um dos sentimentos mais buscados hoje em dia. Quem nunca sonhou em esbanjar autoconfiança? Em ser aquela pessoa que alguém vê e diz: "Olha como elx é segurx de si, queria ser assim."

Se você passa por momentos em que não confia em si mesmo, com medo do fracasso e/ou se compara excessivamente com os outros, entenda que é comum esses momentos de insegurança (acontece com todos em alguma fase da vida), especialmente em situações novas...

Mas não se preocupe, vou te ajudar a aumentar sua autoconfiança através de dicas e, ainda, materiais extras e atividades práticas.

Se liga no que vou te apresentar!

  • O que é Autoconfiança?
  • Diferença entre Autoconfiança e autoestima;
  • Quais os benefícios da Autoconfiança?
  • O que é ser uma pessoa Autoconfiante?
  • 7 Dicas para aumentar a sua Autoconfiança;
  • Como trabalhar a sua Autoconfiança;
  • Indicações de livros sobre Autoconfiança;
  • Frases sobre Autoconfiança.

O que é Autoconfiança?

Autoconfiança é, como o próprio nome já diz, confiança em si. Ela diz respeito a acreditar na sua capacidade de realizar ou conquistar algo.

Está relacionada à segurança que você tem em si. É confiar em suas características e habilidades como suporte para as suas realizações.

Por exemplo, se você acredita na sua capacidade de falar bem, você tem confiança que consegue realizar uma boa apresentação de trabalho ou projeto.

Diferença entre Autoconfiança e autoestima

Apesar da diferença entre autoconfiança e autoestima, elas têm em comum o fato de estarem relacionadas à autopercepção de si. Entretanto, autoconfiança é somente um dos pilares da autoestima.

Autoestima é a junção de autoeficácia, autorrespeito e autoapreciação. De forma geral, é estar bem consigo, é se conhecer e gostar de si (e ter ciência do seu valor!)

Autoconfiança é confiar em si em termos de habilidade. Já ouviu a expressão "Eu confio no meu taco"?

Ou seja, autoestima é estar de paz com quem você é, é se orgulhar da imagem que tem de si. Autoconfiança é confiar na sua capacidade de realização.

Quais os benefícios da Autoconfiança?

A autoconfiança serve para você ter convicção sobre suas potencialidades e, assim, aumentar suas chances de obter sucesso. Seja em projetos pessoais ou de trabalho, este estado de confiança é extremamente benéfico para realizar qualquer atividade com eficácia.

Imagine um foguete: somente com a estrutura ele voa? Não, é necessário acionar o gás. Só ter os requisitos básicos do foguete e não ter atitude não gerará resultados. A autoconfiança é o gás, serve como o meio que te impulsiona, faz você agir e alavancar seus resultados.

Você deve acreditar que tem os requisitos básicos para entrar em ação. Então não fique com foguete parado!

O que é ser uma pessoa autoconfiante?

Ser uma pessoa autoconfiante é saber se posicionar de forma segura, é falar com clareza, é estar convicta sobre seu discurso. É a pessoa que arrisca e topa desafios.

Ser autoconfiante é conseguir transmitir confiança através da fala e da linguagem corporal.

E como é essa postura confiante, na prática? Trouxe 2 situações muito comuns para você entender qual o impacto da autoconfiança nesses contextos.

Em processos seletivos

Quando você vê uma vaga de aberta você tem 2 opções:

1. Ter pensamentos como "Mas só 1 vaga? Não vou nem tentar, muita gente querendo, baixa chance da vaga ser minha" e desistir.

Uma pessoa que é insegura não confia no seu potencial de conseguir uma vaga, tem medo do fracasso e nem chega a tentar. Desiste antes.

Mas você já pensou que muitos concorrentes podem pensar dessa mesma forma e desistir? Essa redução de concorrência já aumentaria sua chance de conquistar a vaga.

2. Ter pensamentos como "As chances podem ser pequenas, mas há chances. Tenho potencial e tenho as habilidades que a vaga pede".

Quem confia nas suas habilidades tentará a vaga e mais: buscará melhorar suas competências e, assim, aumentar as chances de sucesso. Em um processo seletivo, por exemplo, você pode se preparar mais investindo em conhecimentos sobre si e sobre as etapas e a empresa em questão (e aumentar a!)

E se você deseja aumentar suas chances de ser contratado, saiba que existem muitas outras dicas que podem te ajudar.

No ambiente de trabalho

Imagine que seu chefe abre uma vaga interna de gerência na sua empresa. Para participar, os funcionários interessados devem apresentar propostas e, a partir dessa apresentação, o novo gerente será escolhido.

Uma pessoa que acredita ter as habilidades requeridas pelo cargo, provavelmente, confiará nesses seus pontos fortes e apresentará a proposta.

Uma pessoa que tem as mesmas habilidades da pessoa anterior (às vezes até mais desenvolvidas), mas não está convicta que tem as características necessárias para o cargo, provavelmente, nem chegará a apresentar a proposta.

Se somente as 2 estivessem interessadas na vaga e só a primeira apresenta o projeto, quem fica com a vaga?

A autoconfiança (ou a falta dela) pode valer uma promoção no trabalho!

7 Dicas para aumentar a sua Autoconfiança

1. Autoconhecimento

Responda para mim qual proposta você aceitaria por se sentir mais confortável:

  • Você é convidado a falar sobre algo que tem domínio e/ou que utilize de seus pontos fortes
  • Você é convidado a falar sobre algo que nunca ouviu (ou tem pouco domínio) e que precisam de habilidades suas não desenvolvidas

Provavelmente você escolheu a opção 1. É bem mais fácil fazer algo que você já saiba ou que precise de alguma habilidade que você já tenha. Conhecer o terreno em que vai pisar ajuda a se sentir confiante!

O autoconhecimento tem sua importância no sentido de você saber sobre seus pontos fortes (habilidades e conhecimentos) e usá-los, aumentando assim sua autoconfiança!

Isso aumenta as probabilidades de na sua atividade e fortalece sua confiança para, posteriormente, quem sabe tentar um desafio novo?

2. Cuidado com as comparações

"Ah, fulano com 22 já casou" ou "Ah, fulano de 22 já está em cargo de liderança". Quem está melhor sucedido? Quem está à frente do outro?

Se o objetivo da pessoa 1 é estabilidade no relacionamento, ela está bem-sucedida. Agora se o objetivo da pessoa 2 é o trabalho nesse momento, faz mais sentido para ela atingir a meta de ocupar um cargo de liderança que casar, entende? Não tem como comparar planos e objetivos diferentes, de pessoas diferentes.

Compare você consigo mesmo. Onde você quer chegar? Onde você está hoje? De ontem para hoje você deu um passo a mais rumo ao seu objetivo? Essa é a comparação saudável, comparar o seu próprio desenvolvimento (e investir nele!)

3. Invista no seu desenvolvimento 

O que abala sua autoconfiança hoje? O que te deixa inseguro? (Escreva para visualizar melhor)

Que atitudes teria uma pessoa autoconfiante nessa situação? Pois pronto, são essas ações que você precisa desenvolver para atingir a autoconfiança.

Exemplo: "Quando sei que tenho apresentação de trabalho já fico com medo". Você já sabe que o que te deixa inseguro, é a situação de apresentação.

O que faria uma pessoa confiante nesse contexto? Apresentaria todo conteúdo, faria o uso de gestos, teria uma postura que demonstrasse confiança.

Então, sua ação a partir de agora deve ser desenvolver essas ações de melhoria que facilitarão sua autoconfiança em apresentações! Fazer treinamentos de oratória e linguagem corporal e estudar mais o conteúdo são algumas das opções.

4. Comemore as suas conquistas, mesmo as pequenas

O que te faz ter mais confiança em aumentar o nível das suas metas? Isso mesmo, ter conquistado algumas metas anteriores.

Exemplo: Você quer um emprego. Você não foi selecionado para a tão almejada vaga, mas chegou até a última etapa (entrevista com gestor) e antes nem para a dinâmica de grupo era chamado. Diz aí, você melhorou ou não seu desempenho em processo seletivos?

Cada avanço te deixa mais próximo do seu objetivo final. Portanto, comemore suas conquistas, porque isso comprova o quanto você foi bem naquilo que se propôs a fazer, encorajando você a outras situações similares ou mais desafiadoras!

5. Tenha um grupo de pessoas que te faça bem

Esteja perto de pessoas que te façam se sentir bem e admiradx por elas:

  • Pessoas que te lembrem (e reforcem) suas qualidades. Quem deixa claro para você que sim, você é tudo isso!
  • Pessoas que te admiram pelo que você faz! Quem te vê como referência em algum assunto ou área e te dá feedback do quão você é bom nisso... e ainda te indicam como sabichão em determinado tema. Sentiu a moral?
  • Pessoas que sabem dos seus sonhos e te incentivam a ir atrás. E ainda ajuda você no que for possível!

Quais os nomes que você pensou agora? Junte-se a eles!

6. Tenha a percepção do que está (ou não) sob seu controle 

Lembre-se que há aspectos que você pode controlar (e evitar!) e outros externos que você não tem controle.

Portanto, ao avaliar o sucesso ou insucesso de uma situação que passou, foque no que você fez certo (e repita!) e no que você poderia melhorar.

Logo, se você tem uma apresentação em um dia chuvoso, não relacione pouca plateia unicamente como uma comprovação de que não acreditam na sua autoridade no assunto. Um evento climático pode influenciar na saída ou não de pessoas de casa.

7. Tente. Desafie-se!

O que as pessoas que conseguem o que querem têm em comum? Elas tentam! Elas tinham certeza que ia dar certo? Provavelmente não, mas foram lá e testaram.

Se você paralisar, não fizer o que te dá medo e insegurança, não sentirá aquele friozinho na barriga, certo? Mas é certo também que essa escolha impede que você tenha acesso às consequências boas que poderia ter caso tentasse.

Ter autoconfiança te ajuda a alcançar o sucesso que você almeja, pelo simples fato de te impulsionar a encarar desafios novos e, assim, aumentar suas chances de conquistar o que deseja!

E aí, o que você quer, mas ainda não tentou? Que tal tentar hoje?

Como trabalhar a sua Autoconfiança

Você quer recuperar sua autoconfiança? Não sabe como ajudar o amigo que tem baixa autoconfiança?

Vou te mostrar atividades reflexivas e práticas para aumentar a autoconfiança:

  • Se eu te pedisse para falar, sem estudo ou preparação antes, por 30 minutos sobre qualquer assunto, sobre o que você falaria?

Provavelmente sua escolha foi sobre um assunto que você já tem um estudo e/ou experiência prévia. Isso te dá segurança para falar!

  • Liste suas características positivas em um papel e, depois, mande para 5 amigos a seguinte mensagem:

"Se você pudesse me caracterizar em 5 palavras, quais seriam? Para que assuntos você me chamaria para dar uma palestra?"

As respostas para essas perguntas vão te fazer saber como você é vistx pelos outros.

Se você tinha dúvidas sobre o que é bom, agora não tem mais!

Indicações de livros sobre Autoconfiança

Frases sobre Autoconfiança

Antes de ir embora, fique com umas frases, de pessoas inspiradoras, que guiam todo aluno e colaborador da Voitto!

"Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade". (Walt Disney)

"Não há saber mais ou saber menos: há saberes diferentes". (Paulo Freire)

"Quando você tiver feito algo bem, não tenha medo de admitir que você conseguiu". (Susan Krauss Whitbourne)

Está pronto para colocar em prática sua Autoconfiança?

Está gostando do artigo até aqui? Esperamos que sim! Ficaremos muito felizes em te ajudar nessa jornada de Autoconhecimento e Autogerenciamento emocional. Por esse motivo, gostaríamos de saber, você realmente sabe os impactos de ter sua inteligência emocional desenvolvida? Se não, olha só o que temos para você!

No nosso Ebook sobre A importância da Inteligência Emocional, você será capaz de entender a importância e porque você deve desenvolver a Inteligência Emocional. Ainda, você desenvolverá melhor suas habilidades em se conhecer melhor, em se colocar no lugar do outro, em gerir melhor suas emoções e sentimentos e aprimorar sua capacidade com sociabilidade.

Baixe gratuitamente agora mesmo clicando no botão abaixo e veja como aplicar a IE no dia a dia impacta positivamente no seu comportamento pessoal e profissional!

Entenda a importância da inteligência emocional! Clique e baixe o ebook!

Lícia Calvet

Lícia Calvet

Grad. em Psicologia (UFMA) e Pós-Grad. em MBA Gestão Estratégica de Pessoas (ESTRATEGO). Experiência de mais de 3 anos em Empresa Júnior, onde assumiu 4 cargos de liderança: Diretora, Vice-Presidência, Presidência e Conselho Fiscal. Participante de Grupo de estudos e pesquisas sobre trabalho e subjetividade. Formação Master DISC Fundamental com Tecnologia para Gestão de Perfil. Apaixonada pela Psicologia Organizacional e gestão de negócios, com foco em carreira e desenvolvimento pessoal e profissional de líderes. Atua no RH do Grupo Voitto, com ênfase em gestão de pessoas.

Teste: Como está sua Inteligência Emocional?

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Teste: Como Está Sua Inteligência Emocional?

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.