CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é Política de Benefícios?
Quais as vantagens da Política de Benefícios?
Como elaborar uma Política de Benefícios?
Quais os benefícios oferecidos?
Dica bônus!

Quer reter talentos? Saiba como implantar uma boa Política de Benefícios!

Descubra a fundo o que é a Política de Benefícios, como elaborar uma e quais as vantagens em aplicá-la na sua organização.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Quer reter talentos? Saiba como implantar uma boa Política de Benefícios!

Reter talentos pode ser considerado um dos grandes desafios da área de recursos humanos. Para superá-lo, muitas empresas adotam uma boa Política de Benefícios, oferecendo planos de saúde, cartões alimentação ou até mesmo descontos para atividades culturais.

Mas vale lembrar que a concessão dos benefícios também possui aspectos obrigatórios. Férias, FGTS e 13º salário são exemplos instituídos pela lei. No entanto, atualmente as empresas buscam extrapolar essas barreiras.

Um exemplo disso é o fato das companhias também terem buscado incentivar um estilo de vida mais saudável com subsídios em práticas de esportes e planos de saúde que englobam o cuidado com a saúde mental. Mas, a política de benefícios pode ir bem além!

Por isso, não deixe de investir na leitura desse artigo que se desenvolverá nos seguintes tópicos. Confira:

●        O que é Política de Benefícios?

●        Quais as vantagens da Política de Benefícios?

●        Como elaborar uma Política de Benefícios?

●        Quais os benefícios oferecidos?

O que é Política de Benefícios?

Política de benefícios é basicamente o conjunto de ações e regras seguidas pelas empresas no que tange à concessão de direitos e vantagens para os seus colaboradores. Importante lembrar que esse é um processo que vai desde o planejamento até que as atividades sejam postas em prática.

Dentro da política de benefícios, existem planos que devem ser fixos. Dentro dele estão os benefícios legais. No Brasil, é possível destacar férias, descanso semanal e 13° salário.

No entanto, cada empresa pode também incluir benefícios facultativos. Com isso, cabe ao departamento de recursos humanos avaliar a viabilidade de suas implementações e os impactos que eles terão na companhia.

É importante ressaltar que sempre que há uma alteração da política de benefícios existem efeitos na relação com o colaborador. Por isso, é fundamental avaliar os prós e contras de cada medida.

Mas para que você conheça melhor sobre o assunto, entenda as vantagens da política de benefícios no próximo tópico.

Quais as vantagens da Política de Benefícios?

Muitas vezes, os benefícios da sua empresa podem ser um ponto decisivo para a satisfação e o engajamento para a gestão do colaborador. Afinal, a qualidade de vida e o clima da organização são tão fundamentais quanto a remuneração mensal direta.

Pensando nisso, é necessário conhecer a importância da política de benefícios e os seus impactos positivos na empresa. Por isso, separamos as principais vantagens de se adotar essa prática. Veja a seguir:

●   Aumenta o engajamento: os profissionais se sentem reconhecidos e passam a entender de maneira prática o quanto a organização se preocupa com eles;

●  Aumento da produtividade: por se sentirem mais satisfeitos, os colaboradores tendem naturalmente a aumentar a produtividade;

●  Melhora do clima organizacional: uma boa política de benefícios normalmente incentiva um clima mais agradável, com mais interação entre colaboradores;

●        Retém talentos: hoje em dia, além do salário, os colaboradores também são incentivados a permanecerem em empresas que se veem recompensados.

Se você quer aproveitar essas vantagens na sua organização, descubra abaixo como elaborar uma política de benefícios.

Como elaborar uma Política de Benefícios?

Elaborar uma política de benefícios de forma assertiva pode ser um grande desafio para muitas empresas. Mas para que você consiga superá-lo, separamos um passo a passo que você pode personalizar para a sua realidade.

1. Conheça seus colaboradores

Os benefícios são para os colaboradores e por isso eles devem ser sempre o foco da discussão. Sendo assim, é importante inicialmente fazer uma pesquisa e entender o perfil dos mesmos.

Assim, é fácil evitar a implementação de práticas que não terão vantagens no dia a dia. Por exemplo: para empresas onde a maior parte dos colaboradores são jovens, solteiros e sem filhos, implementar o auxílio creche pode ter menos benefícios do que um subsídio para exercícios físicos e cultura.

2. Analise a relação custo e benefício

Infelizmente, muitas ideias não podem ser tiradas do papel ou são interrompidas por falta de verba. Por isso, é fundamental saber qual o orçamento que cada prática da política de benefícios terá.

Dessa forma, quando algo for colocado em prática será sustentável e os colaboradores poderão usufruir por muito tempo.

Caso tenha que escolher entre dois benefícios devido aos custos, é preciso analisar as vantagens que cada um deles pode trazer e qual terá mais impactos positivos para todas as partes da organização.

Divulgue as novidades

Por fim, mas não menos importante, divulgue para os seus colaboradores as práticas e benefícios que eles terão acesso. Isso é fundamental para que todos saibam e consigam usufruir de seus direitos.

Agora que você já sabe como elaborar a sua política personalizada, é hora de descobrir quais são os benefícios que podem estar nela. Veja a seguir!

Quais os benefícios oferecidos?

Como você já sabe, as estratégias de pacote de benefícios podem ser uma boa alternativa para a retenção de talentos. No entanto, isso deve ser trabalhado de forma assertiva.

Sendo assim, para otimizar as vantagens que sua empresa oferece para os colaboradores, é preciso conhecer os tipos de benefícios corporativos que podem ser oferecidos e como eles impactam o clima organizacional e a gestão de pessoas.

Por isso, confira abaixo os tipos de plano de benefícios!

Benefícios obrigatórios

Antes de mais nada, é preciso falar sobre os benefícios obrigatórios. Diferente das outras categorias, essa é instituída pela lei e todas as empresas precisam cumprir com os direitos legais de seus colaboradores.

Alguns deles são:

●        13º salário;

●        Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);

●        Vale transporte para modelos de trabalho presenciais;

●        Auxílio home office para modelos de trabalho à distância;

●        Férias.

Os benefícios obrigatórios são vigentes desde a contratação até o desligamento do colaborador. O não cumprimento pode acarretar em problemas jurídicos para a organização.

Vale inclusive lembrar que de acordo com o sindicato, algumas profissões podem ter direitos distintos. Por exemplo, os bancários têm direito a 14º salário.

Benefícios comuns

Apesar de não serem obrigatórios por lei, existem benefícios que a maior parte das médias e grandes empresas proporcionam para os seus colaboradores. Por isso, eles são conhecidos como comuns.

Dentro dessa categoria podemos elencar:

●        Planos de saúde;

●        Planos de assistência odontológica;

●        Vale-alimentação e vale-refeição;

●        Previdência privada com coparticipação;

●        Auxílio creche para pessoas que possuem filhos pequenos;

●        Auxílio em estudos, como faculdade e cursos de pós-graduação.

Benefícios extras

Além dos comuns, algumas empresas ainda fazem uma gestão de benefícios melhor ainda. Para reduzir o turnover, elas normalmente fazem uma pesquisa interna para entender novas oportunidades demotivar os colaboradores.

Dentre os benefícios mais explorados nesse sentido, temos:

●        Flexibilidade no trabalho em termos de horários e locais;

●        Espaços com jogos e para descanso;

●        Vale cultura;

●        Subsídios em academias parceiras;

●        Terapias individualizadas;

●        Mentorias profissionais.

Dessa forma, as ações podem ser dentro da empresa, melhorando aspectos da cultura e do clima organizacional, ou fora dela, com foco em trazer mais qualidade de vida pessoal.

Dica bônus!

Tenha a liberdade de trabalhar em diversos seguimentos e ser bem remunerado por isso!


O Gerente de Projetos consegue atuar em diversos nichos empresariais. Além disso, ele tem a responsabilidade de gerir todo o ciclo de um projeto, do planejamento à execução, o que o garante altas remunerações. No Brasil, seu salário médio está acima da casa dos R$ 10 mil.


Com a Formação em Projetos da Voitto você tem acesso a 10 cursos + 1 bônus, suporte técnico e de conteúdo, liberdade para aprender de onde quer que você esteja e certificados com validade em todo o território nacional!


Com desconto de 75%, exclusivo para as primeiras turmas, em comparação ao preço dos cursos sendo vendidos separadamente, a Formação tem o Selo de Qualidade Voitto: teste a nossa autêntica metodologia de ensino e, caso suas expectativas não sejam atendidas no prazo de 30 dias, reembolsamos 100% do valor investido.


Inicie sua jornada como um profissional ágil agora. Clique na imagem abaixo e saiba mais!

Faça sua inscrição no Programa de Formação em Projetos da Voitto!

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Inscreva-se no Programa de Formação em Projetos da Voitto!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Formação] Programa De Formação Em Projetos Botão Lateral

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.