CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é a Uberização do Trabalho?
Como surgiu a Uberização do Trabalho?
Características da Uberização do Trabalho
Vantagens e desvantagens da Uberização do Trabalho
4 dicas para lidar com a Uberização do Trabalho
Confira o ebook gratuito abaixo!

O que é a Uberização do Trabalho? Confira como surgiu esse fenômeno e suas consequências

Saiba mais sobre o fenômeno da Uberização do Trabalho, como ele surgiu, as principais consequências e o impacto desse conceito na sociedade.

Bruna Pena
Por: Bruna Pena
O que é a Uberização do Trabalho? Confira como surgiu esse fenômeno e suas consequências

A uberização do trabalho consiste em um fenômeno recente de modelo de trabalho, onde o profissional presta serviços conforme a demanda e sem vínculo empregatício.

Sabemos que o desemprego é um grande problema estrutural da sociedade brasileira, e que com a situação de isolamento imposta pela pandemia causada pelo Covid-19, foi ainda mais potencializado e ampliado.

Diante disso, alternativas para superação do desemprego surgiram, tais que visam dar oportunidades para que os cidadãos consigam ter uma fonte de renda. Entre elas se destaca a uberização do trabalho.

Você sabe o que é e como funciona esse conceito na prática? Se a resposta for não, não há motivos para se preocupar, pois neste artigo abordaremos os seguintes tópicos sobre esse assunto:

  • O que é a Uberização do Trabalho?
  • Como surgiu a Uberização do Trabalho? 
  • Características da Uberização do Trabalho; 
  • Vantagens e desvantagens da Uberização do Trabalho;
  • 4 dicas para lidar com a Uberização do Trabalho.

Vamos lá?

O que é a Uberização do Trabalho? 

A uberização do trabalho nada mais é do que uma nova relação de trabalho, tal que a informalidade, flexibilidade e desempenho por demanda são as principais variáveis que caracterizam a mesma.

Ao contrário do modelo tradicional de trabalho que privilegia a formalidade, horários fixos e rotinas monótonas, o conceito de uberização traz um viés de dinamicidade e autogerenciamento para os vínculos empregatícios.

O que, por sua vez, faz muito sentido, visto que vivemos atualmente na indústria 4.0, tal que as metodologias ágeis e sistemas dinâmicos são cada vez mais a forma de relação de emprego dominante na esfera profissional.

Entretanto, a uberização é vista como algo além de uma das relações de trabalho modernas que o mundo tecnológico trouxe à tona, pois ela traz uma precarização do trabalho como uma de suas características marcantes também. Confira o vídeo abaixo para entender mais sobre:

Como surgiu a Uberização do Trabalho? 

Antes de entender de fato como funciona, é essencial que alinhemos como surgiu o termo “uberização” e em qual contexto ele está inserido.

É muito provável que você já tenha ouvido falar da empresa Uber, não é mesmo? Mesmo que sua cidade não seja contemplada pelos serviços da mesma, a empresa se popularizou muito nos últimos anos.

Diante disso, o termo “uberização” deriva do Uber, que é uma das principais empresas que adotam essa nova forma de trabalho, onde cada pessoa é gestora da sua própria força de trabalho, ou seja, gerencia sua jornada de trabalho.

Um dos principais atrativos para se trabalhar nesse modelo é que não há grandes burocracias como haveria em um trabalho formalizado. Além disso, não é necessário grandes investimentos iniciais, como seria o caso de trabalhadores autônomos.

Dessa forma, o funcionário inserido no contexto de uberização faz seus próprios horários de prestação de serviço, traça seus próprios resultados almejados e faz uma renda de acordo com seu desempenho.

Logo, a gestão por resultadosé o principal foco desse modelo, podendo ter como resultados uma renda extra ou até mesmo uma renda principal, dependendo dos esforços desprendidos para isso.

Por outro lado, a uberização traz uma precarização do trabalho, pois não há amparos legislativos sobre esses trabalhadores brasileiros ou nem mesmo alguma garantia de benefícios ou estabilidade para os mesmos.

Quer saber mais sobre as principais vantagens e desvantagens desse modelo? No próximo tópico, confira mais sobre isso!

Características da Uberização do Trabalho

Apesar da uberização do trabalho ter o nome emprestado doUber e os motoristas do app estarem enquadrados neste conceito, ele não se restringe somente a esses profissionais.

A uberização tem como características principais a não-exclusividade do serviço prestado, a possibilidade de exploração de áreas externas à atuação principal e a utilização de conhecimentos adquiridos em diversas áreas do conhecimento.

Além disso, também podemos destacar a flexibilidade de horários e gestão de tempo, remuneração variável, afinal o salário não é fixo e pode ser mutável ao longo dos meses e a independência.

Vantagens e desvantagens da Uberização do Trabalho 

Para ampliar ainda mais seus conhecimentos sobre a uberização do trabalho, é muito importante entender quais são as vantagens e desvantagens dessa prática. Por isso, confira a seguir:

Vantagens

  • Flexibilidade: a possibilidade de montar seu tempo de trabalho e até mesmo os dias em que se irá trabalhar é um aspecto positivo dessa modalidade; 
  • Oportunidade de emprego: com o aumento da taxa de desemprego, essa modalidade se mostra uma boa alternativa para esse problema; 
  • Gerenciamento autônomo: o autogerenciamento é um fator muito positivo para que a pessoa possa se organizar de acordo com suas necessidades e as principais demandas; 
  • Possibilidade de renda extra ou principal: para quem deseja complementar a renda, essa pode ser uma ótima opção. Além disso, as pessoas que estão desempregadas podem fazer dessa oportunidade sua principal fonte de renda. 

Desvantagens 

  • Instabilidade: não há nenhuma estabilidade nessa modalidade, nem mesmo de salário, pois, a demanda é variável;Desamparo legislativo: a constituição trabalhista não abrange esse tipo de mão de obra informal, o que é muito negativo, pois, essa modalidade não conta com os direitos trabalhistas; 
  • Sem garantias: não há nenhuma fonte que possa assegurar que os objetivos serão alcançados, visto que, depende dos esforços e da demanda. Assim, isso é muito negativo para quem conta com esse trabalho como fonte principal de renda;
  • Precarização do trabalho: não há nenhum amparo em relação aos materiais necessários para a realização do trabalho, a segurança do funcionário ou qualquer outro aspecto, o que torna-o precarizado;
  • Sem benefícios: férias, remuneração por hora extra, afastamento por doença, entre outros, não são fornecidos nessa modalidade, o que é muito negativo para o bem-estar físico e mental dos funcionários;

Agora que você já sabe o que é esse conceito, como funciona e quais são as suas principais vantagens e desvantagens, que tal saber de algumas dicas sobre como lidar com essa situação? Veja a seguir!

4 dicas para lidar com a Uberização do Trabalho 

Se você acha que essa oportunidade pode ser uma boa opção para você, mas não sabe quais as melhores formas de lidar com essa situação: não se preocupe! Listamos a seguir, dicas preciosas para te ajudar nesse objetivo:

1. Informe-se

A informação é uma poderosa ferramenta de transformação! Por isso, buscar o máximo de informações possíveis antes de aceitar uma oportunidade no modelo de uberização do trabalho é essencial.

Por isso, busque sempre entender como funcionam todos os pontos abordados pela proposta que lhe for apresentada e se possível, quais as principais implicações deles, para que você não seja enganado ou negligenciado.

2. Organize-se

Uma boa organização é muito importante para lidar com qualquer tipo de situação, e nessa não poderia ser diferente!

Saiba como ter uma boa gestão do tempo para conciliar todos os seus compromissos e assim otimizar seu desempenho, obter resultados dentro das expectativas e aumentar a sua produtividade.

3. Priorize contratos

Os contratos de trabalho são documentos que estabelecem quais são as obrigações tanto do contratante quanto do contratado. Por isso, priorizar que haja essa formalidade é muito interessante para evitar frustrações futuras em relação aos prestadores de serviços e os envolvidos.

4. Valorize seu trabalho

Seu trabalho deve ser valorizado e a primeira pessoa que deve fazer isso é você mesmo! Dessa forma, demonstre sempre que sua entrega tem muito valor e negocie propostas que reflitam isso.

Gostou desse conteúdo? Não deixe de continuar nos acompanhando aqui no Blog Voitto para estar sempre conhecendo novos conceitos que farão diferença no seu desenvolvimento profissional.

Confira o ebook gratuito abaixo!

Com o KIT Ferramentas de Gestao para Salvar seu Negocio, você terá acesso aos eBooks: "Business Model Canvas", "Planejamento de metas para empresas", "5 práticas exemplares de liderança"; as planilhas "Análise SWOT", "Diagnóstico empresarial", "Planejamento estratégico", "Plano de negócios" o vídeo "10 livros que todo gestor deveria ler" o Workshop "Planejamento de metas para empresas" e a Websérie "Mundo Empreendedor".

Se interessou? Não perca tempo e baixe agora mesmo seu kit completo!

Ferramentas de Gestao para Salvar seu Negocios

Bruna Pena

Bruna Pena

Graduanda em Medicina pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Ex- Graduanda em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Viçosa - UFV (2019-2021). Participou do Programa de Educação Tutorial da Engenharia de Produção da UFV, onde atuou na coordenadoria de Gestão de Pessoas (2019) e Comunicação (2020-2021) . Possui certificação em Copywriting, Produção de conteúdo para a Web e Marketing de conteúdo. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto. Tem como objetivo pessoal compartilhar o conhecimento , pois acredita que conhecimento bom é conhecimento compartilhado.

kit empreendedorismo

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Kit] Empreendedorismo

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.