CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

Por que é difícil dizer não?
Por que é importante aprender a dizer não?
10 dicas para aprender a dizer não
Aperfeiçoar suas Soft Skills aumentam suas chances de ser empregado em impressionantes 13 vezes!

Veja como aprender a dizer não pode ajudar na sua vida pessoal e profissional

Quando nos negamos a fazer algo, estamos priorizando nossos sonhos e saúde mental. Neste artigo, você vai ver 10 dicas de como aprender a dizer não!

Pâmela Souza
Por: Pâmela Souza
Veja como aprender a dizer não pode ajudar na sua vida pessoal e profissional

Aprender a dizer não pode ser um desafio muito grande para pessoas que têm o costume de querer agradar chefes, amigos e família.

Se você tem dificuldade em dizer "não" para as pessoas e está sempre com medo de perder amizades por recusar convites ou pedidos esse é o momento de repensar suas ações e suas consequências.

Quando você reprime suas verdadeiras necessidades em detrimento dos outros, pode gerar ansiedade e sofrimento emocional. Como consequência, você estará esgotado e raramente vai ter energia para fazer o que planeja.

Ainda que a tarefa de se posicionar em algumas situações pode ser complicada para algumas pessoas, ela é fundamental para que haja o desenvolvimento da sua inteligência emocional.

Já que chegou até aqui, é bem provável que tenha reconhecido essa dificuldade, não é? Saiba que está no caminho para solucionar o seu problema.

Ao longo deste artigo vamos falar sobre:

  • Por que é difícil dizer não?
  • Por que é importante aprender a dizer não?;
  • 10 dicas para aprender a dizer não.

Preparado(a)? Vamos lá!

Por que é difícil dizer não?

Dizer não é uma tarefa difícil, pois, na maioria das vezes, temos a necessidade de agradar os outros, sermos solícitos e não decepcionar ninguém.

Mas existe um vilão por trás dessa atitude e o seu nome é sabotador.

Temos a falsa crença de que dizer "não" causa a impressão de individualidade, de egoísmo e de falta de educação. Porém, isso é um mito.

Às vezes, pensamos que, ao dizer um "sim", estamos ajudando o outro ou assumindo responsabilidades, mas, na maioria das vezes, estamos carregando um fardo que não é nosso.

Um dos fatores que nos levam a tomar essa atitude é a falta de clareza sobre o nosso propósito de vida, as nossas prioridades, os nossos sonhos e os nossos valores.

Por esta razão, estar disposto a se autoconhecer é um dos princípios fundamentais para começar a dizer não.

Por que é importante aprender a dizer não?

Aprender a dizer não é fundamental para a sua saúde mental para impor limites e para você obter sucesso na sua carreira profissional.

Quando dizemos não para para alguém ou para uma situação, estamos dizendo sim para nós mesmos, para o que definimos como prioridade.

Ao dizer sim para uma situação que não queremos, estamos nos anulando e colocando o problema do outro em uma posição de superioridade em relação aos nossos.

No ambiente profissional, também é importante exercitar essa habilidade para evitar sobrecarga e apresentar melhores resultados, visto que, assim, você terá mais tempo para se dedicar à suas tarefas, sendo mais produtivo.

Além disso, é importante saber definir seus limites para estabelecer uma imagem de respeito e credibilidade, um vez que trata-se de uma característica de quem sabe seu valor e não se submete a qualquer coisa.

Faça o teste e descubra seu perfil!

Autoconhecimento é um dos pilares para obter bons resultados diante dos nossos objetivos pessoais e profissionais.

Se você está buscando aprimorar suas habilidades comportamentais, saiba que existem ferramentas que podem te auxiliar nessa jornada.

Um recurso bastante conhecido é o Teste DISC, um tipo de avaliação que determina quais são as suas características em determinados ambientes.

Esse teste se define em 4 elementos: Dominância (D), Influência (I), Estabilidade (S) e Condescendência (C). Ficou curioso para saber qual seria o seu resultado?

A Voitto disponibilizou o teste gratuitamente para você! Acesse no banner abaixo:

Banner Teste DISC gratuito

10 dicas para aprender a dizer não

Para que você possa desenvolver a capacidade de dizer não e fazê-la com mais facilidade, sem sentimento de culpa, separamos algumas dicas práticas que vão te ajudar. Vamos conferir?

1. Estabeleça prioridades

É importante você ter controle do que é prioridade para você. Aprenda a avaliar as situações que podem te beneficar ou te prejudicar, dessa forma será mais fácil definir os seus passos.

Se você tiver dificuldades quanto a isso, utilize uma agenda, um bloco de notas ou técnicas como a matriz de Eisenhower e a análise SWOT pessoal.

2. Seja honesto e educado

Quando você tiver que dizer não, procure sempre ser honesto com a outra pessoa e não fique dando voltas ou inventando desculpas. Deixe bem claro o motivo pelo qual você não pode ajudar a pessoa naquele momento.

É importante você fazer uma análise da situação, explique a pessoa que naquele momento você não pode ajudá-la, mas depois, caso ela ainda precisar de ajuda, avise que você está disposta(o) a ajudar.

Se não for esse o caso, procure apontar outras soluções para a pessoa, assim você estará ajudando ela mas sem comprometer as suas tarefas.

3. Não queira sempre agradar as pessoas

A necessidade de sempre agradar alguém está relacionada ao medo do que os outros vão pensar, o que significa falta de autoaceitação.

Pense por um momento.

Se você dizer não a uma pessoa, usando apenas a dica acima e ela ficar brava ou com raiva de você, isso significa que ela não está sendo empática.

Mas calma. Não é pra sair por aí julgando os outros. Isso serve para você analisar uma situação de forma crítica.

Se você explicar para alguém o motivo de você não ajudá-la e essa pessoa virar as costas para você, não significa que você foi rude, apenas demonstra que você está valorizando as suas prioridades e o outro precisa entender isso.

E isso nos leva a próxima dica.

4. Cuide de você

É preciso olhar para si mesmo com compaixão, exercitar o seu amor próprio e respeitar os seus limites.

Você não tem a obrigação de fazer tudo o que te pedem, principalmente se isso for ferir os seus valores. Ser prestativo é bom, porém não deve ser desgastante.

Procure se autoconhecer e valorizar os seus planos e sonhos.

5. Desenvolva autocrítica

A autocrítica é importante para entender a situação na qual você se encontra.

Você passará a reconhecer os motivos que te levariam a falar “não” ou “sim” diante de um desafio, o que te deixa preparado para recusar convites ou atividades que você não tem interesse.

6. Trabalhe a sua inteligência emocional

Desenvolver a inteligência emocional significa trabalhar cada um dos seus pilares.

Ela nos permite uma jornada de autoconhecimento e nos ajuda a desenvolver o nosso controle emocional, o que nos permite lidar com as nossas emoções e sentimentos de forma madura.

A inteligência emocional também nos faz identificar e lutar contra os nossos sabotadores internos, nos impedindo de sermos reféns do medo e de pensamentos negativos.

7. Não tenha medo do conflito

Na maioria das situações, evitamos dizer não para que um conflito ou uma situação ruim não seja gerada. Mas tudo tem limites, não é mesmo?

É importante ter em mente que um conflito pode não ser ruim, mas uma oportunidade de olhar uma situação por uma perspectiva diferente.

E lembre-se: dizer não, não é falta de educação ou grosseria. Tudo vai depender da forma como é dito.

8. Agradeça o convite

Normalmente, acreditamos que as pessoas ficarão bravas ou chateadas por nos negarmos a fazer algo. Uma maneira de treinar nosso cérebro para não se culpar com relação a isso, é sempre praticar a gratidão pelo pedido ou convite!

Um dica interessante é usar a sequência Elogio + Negação + Gratidão. Dessa forma você inicia elogiando a proposta, logo após justifica o porquê do ‘’não’’ e por fim agradece por ela ter pensado em você para aquele serviço ou tarefa.

Você se sentirá mais seguro para recusar e demonstrará respeito pela pessoa que solicitou sua presença.

9. Lembrar regularmente a importância do “não”

Ao determinar as razões pelas quais dizer “não” são importantes, você conseguirá fazer isso de forma mais prática. Por esta razão, é preciso achar uma forma natural de lembrar o assunto.

Você pode fazer uma lista com os motivos mais significativos e relê-la sempre que possível. Fizemos uma como inspiração:

  • Redução do estresse:  você não terá que fazer coisas que realmente não quer fazer;
  • Não haverá ressentimento: quando você aceita fazer algo que não quer, pode acabar se ressentindo da pessoa que fez o pedido e isso desgasta seus relacionamentos;
  • Uma vida menos arrependida: evitar aquilo que não está de acordo com seus valores ajuda a viver de forma mais autêntica.

Além disso, aprender a dizer "não" de maneira respeitosa e diplomática fortalece nossas relações interpessoais, ao estabelecer comunicação honesta e transparente. Essa habilidade promove o autodomínio e a autoestima, conduzindo a uma vida mais equilibrada e satisfatória.

10. Pratique!

Assim como qualquer outra habilidade comportamental, o ato de dizer “não” deve ser praticado para que se torne algo comum.

Quanto mais vezes você recusar aquilo que não quer, mais fácil essa ação será! Pratique sempre que puder e o hábito será incorporado em sua rotina.

Aperfeiçoar suas Soft Skills aumentam suas chances de ser empregado em impressionantes 13 vezes!

Você sabia que 87% das empresas demitem funcionários por problemas comportamentais, ou seja, que possuem o desempenho de baixo nível de inteligência emocional?
Pensando nisso, desenvolvemos um teste totalmente gratuito para te ajudar a identificar como anda a sua inteligência emocional, e te livrar dessa situação aliás você não precisa estar dentro dessa porcentagem! Então se liga nessa dica:
Faça agora mesmo o nosso teste e descubra quais competências melhorar.

Como está sua inteligência emocional?

Pâmela Souza

Pâmela Souza

Grad. em Engenharia Civil pela Universidade federal de Juiz de Fora. Participou de iniciação científica nas áreas de ambiente construído e transportes. Atua como voluntária no projeto de treinamento profissional no Núcleo de Estudos e Projetos em Educação e Tecnologia. Possui certificação em Inteligência Emocional, Formação Yellow Belt em Lean Seis Sigma, Fundamentos de Growth Hacking, Agile Scrum Foundation EXIN, Produção de Conteúdo Web, Marketing de Conteúdo e Copywriting. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Ebook Comunicação não-violenta na prática

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Comunicação Não Violenta Na Prática

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.