ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que é brainstorming reverso?
Brainstorming reverso x Brainstorming tradicional
Identificação do tipo de problema
Como resolver um problema usando brainstorming reverso?
Quer se destacar ainda mais na sua carreira?

Brainstorming reverso: O que é e como usar essa técnica na resolução de problemas?

Descubra o que é o brainstorming reverso, para que ele serve e saiba como aplicá-lo para alcançar uma resolução criativa de problemas

Carolina Crissafe
Por: Carolina Crissafe
Brainstorming reverso: O que é e como usar essa técnica na resolução de problemas?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar na ferramenta de brainstorming. Mas e o brainstorming reverso? Você sabe o que essa técnica significa e para que ela serve?

Essa ferramenta pode te ajudar a resolver problemas de forma criativa e inovadora.

Aplicando essa técnica você conseguirá identificar melhor os desafios enfrentados e saberá propor melhores soluções para eles. Quer saber como? Continue com a gente!

Nesse artigo você vai aprender:

  • O que é brainstorming reverso?
  • Brainstorming reverso x Brainstorming tradicional;
  • Identificação do tipo de problema;
  • Como resolver um problema usando brainstorming reverso?

O que é brainstorming reverso?

O brainstorming reverso é uma técnica usada para resolução de problemas, baseada na psicologia reversa.

Essa técnica propõe aos indivíduos pensar em ações que pioram o problema a ser resolvido, ao invés de propor soluções diretas para ele. É uma tempestade de problemas, ao invés de uma tempestade de ideias.

As pessoas são naturalmente mais propensas a enxergar mais problemas do que soluções. Sendo assim, com a ideia clara do que piora o problema em questão, basta realizar ações contrárias às que forem ditas.

Nesse artigo você vai aprender como o brainstorming reverso funciona e como colocá-lo em ação para uma resolução criativa de problemas.

Brainstorming reverso x Brainstorming tradicional

A técnica de brainstorming tradicional é definida como sendo uma tempestade de ideias. Nela, os indivíduos envolvidos em determinada situação se reúnem para dar ideias de como resolver o problema enfrentado e chegar a uma solução.

Para que você consiga aplicar essa ferramenta de forma fácil e ágil, preparamos uma planilha gratuita de Brainstorming e seleção de ideias para você. É só clicar na imagem abaixo e aproveitar!

Planilha gratuita de brainstorming e seleção de ideias


Enquanto isso, no caso do brainstorming reverso, ao invés de propor melhorias para o problema, são propostas formas de piorá-lo. Essa técnica é muito útil quando não é possível identificar uma solução direta para o problema.

Ambas as técnicas utilizam todas as ideias propostas na roda de debate para chegar a um resultado comum para a situação enfrentada.

Essa característica reforça a importância do trabalho em equipe e mostra como ele é um facilitador para a resolução de problemas.

Identificação do tipo de problema

Para aplicar a técnica de brainstorming reverso e alcançar soluções criativas e inovadoras, é preciso inicialmente identificar qual é o problema em questão.

Art Smalley, em seu livro “Os 4 tipos de problemas”, afirma que existem 4 diferentes tipos de problemas enfrentados e, consequentemente, diferentes formas de resolvê-los. Os problemas podem ser classificados nas seguintes categorias:

1 - Contenção

Os problemas do tipo 1 precisam de uma ação corretiva imediata. Nesse caso, a resolução de problemas deve ser feita de forma rápida, para evitar que a situação piore.

Por ter uma solução rápida, o problema é resolvido temporariamente, não sendo necessário identificar a causa raíz.

2 - Desvio do padrão

Os problemas do tipo 2 são persistentes e recorrentes e precisam ser resolvidos de forma assertiva.

A causa raiz do problema precisa ser identificada e a resolução visa a qualidade e a segurança dos processos. Neste caso, o problema demora mais tempo para ser resolvido.

Uma ferramenta muito interessante para a identificação desse tipo de problema é o Relatório A3. Através dele você será capaz de identificar a causa raiz e a natureza do problema.

3 - Condição-alvo

Os problemas do tipo 3 envolvem um processo criativo e precisam de uma resolução rápida.

São situações-problema criadas com o objetivo de melhorar o desempenho dos processos e se destacar com relação à concorrência.

Nesse tipo de problema, também não há a necessidade de haver uma causa raiz bem definida. Uma metodologia comumente utilizada neste caso é a Metodologia Kaizen.

4 - Inovação

Os problemas do tipo 4 não precisam de uma causa raiz bem identificada e nem de uma resposta rápida. Assim como os problemas do tipo 3, estes também são criados a fim de desenvolver a organização.

Nesse caso, o foco é o pensamento inovador e um avanço radical da situação analisada. O mais importante é a qualidade da resposta e como ela vai impactar futuramente no desenvolvimento e no desempenho da empresa.

Como resolver um problema usando brainstorming reverso?

Para aplicar a técnica de brainstorming reverso na resolução de problemas, é necessário que a causa raiz do problema possa ser bem definida.

Desta forma, os problemas que têm uma melhor resposta com a utilização dessa ferramenta são os do tipo 2.

Porém, isso não impede que o brainstorming reverso seja adaptado para cada um dos tipos de problemas citados anteriormente.

Para entendermos melhor o processo de aplicação dessa ferramenta, vamos exemplificar.

Uma empresa está passando por um processo de desalinhamento entre a equipe de trabalho, com falhas na comunicação, gerando atrasos e falhas nos processos.

Na técnica do brainstorming reverso, ao invés de tentarmos resolver o problema, vamos tentar piorá-lo. Para a aplicação desta técnica, vamos realizar os seguintes passos:

Passo 1: Identificar o problema

O primeiro passo do brainstorming reverso é identificar claramente o problema que está sendo enfrentado pela equipe.

No caso do exemplo citado, o problema é: Como manter a equipe de trabalho alinhada?

Passo 2: Reverter o problema

Posteriormente, é necessário reverter o problema identificado no passo 1 do brainstorming reverso.

No exemplo em questão, o problema invertido é: Como desalinhar a equipe de trabalho?

Passo 3: Coletar ideias 

Nesta etapa do brainstorming reverso, devemos identificar as causas que poderiam causar ou piorar o problema. Com relação ao exemplo em questão, temos as seguintes possibilidades:

  • Não comunicar as metas da empresa à equipe;
  • Não compartilhar os projetos em andamento à equipe;
  • Tomar decisões importantes por conta própria e não informar a equipe;
  • Mudar constantemente os objetivos de determinado projeto;
  • Não disponibilizar nem compartilhar arquivos e pesquisas à equipe;
  • Começar a realizar determinada tarefa sem definir um escopo;
  • Iniciar o trabalho antes de designar funções claras à cada pessoa da equipe;
  • Não dar voz à equipe de trabalho;
  • Não possuir ferramentas eficientes para comunicação.

Passo 4: Reverter as ideias

Neste momento, iremos reverter positivamente as ideias citadas no item anterior.

  • Comunicar as metas da empresa à equipe;
  • Compartilhar os projetos em andamento à equipe;
  • Tomar decisões importantes em conjunto e manter a equipe informada;
  • Definir claramente os objetivos de determinado projeto e não alterá-los frequentemente;
  • Disponibilizar e compartilhar arquivos e pesquisas à equipe;
  • Começar a realizar determinada tarefa com um escopo bem definido;
  • Designar funções claras à cada pessoa da equipe e depois iniciar o trabalho;
  • Dar voz à equipe de trabalho;
  • Implementar ferramentas eficientes para comunicação.

Passo 5: Avaliar as ideias e identificar as soluções

Para finalizar o brainstorming reverso, deve-se analisar as ideias identificadas no passo 4, observando quais são mais viáveis e se encaixam melhor para a resolução do problema.

Quer se destacar ainda mais na sua carreira?

Nesse artigo você aprendeu o que é o brainstorming reverso, para que ele serve e como ele pode ser utilizado para uma resolução criativa de problemas.

Aplicando essa técnica, certamente você saberá identificar as melhores soluções para os problemas e será um profissional diferenciado no mercado de trabalho.

O caminho para tornar sonhos e ideias em um negócio promissor é árduo e exige disciplina. Para te ajudar nessa missão, oferecemos para você o curso de Formação Empreendedora!

Com essa formação, você será capaz de compreender melhor o ambiente de mudanças no mundo, identificar oportunidades, chances de melhoria, definir propostas de valor para seu negócio, utilizar ferramentas para mapear o mercado e desenvolver modelos de negócio.

Clique na imagem abaixo e inscreva-se!

Curso Formação Empreendedora

Carolina Crissafe

Carolina Crissafe

Grad. em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Atuou como Gerente de Projetos e Conselheira Fiscal na empresa júnior Edifica Consultoria. Trabalhou como estagiária no Laboratório de Mecânica das Rochas da UFV. Foi bolsista de Iniciação Científica do CNPq na área de Mecânica das Rochas. Atuou como monitora da disciplina de "Fundamentos das estruturas" e atua como monitora da disciplina de “Teoria das estruturas I" da UFV. Possui certificação em Produção de conteúdo, Marketing de conteúdo, Copywriting e Revisão de conteúdo. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Clique aqui e inscreva-se!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso] Formacao Empreendedora

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.