CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é o nível C-level?
Quais são os cargos C-level?
O que cada cargo C-level faz?
Quanto ganha um C-level?
Quais as principais competências dos cargos C-level?
Como se tornar um C-level?

Conheça os cargos e as atribuições das lideranças corporativas C-level

O C-level, também chamado de C-suite, é composto pelos cargos de alta administração que tomam as principais decisões. Saiba quais são e a remuneração deles!

Alice Becker
Por: Alice Becker
Conheça os cargos e as atribuições das lideranças corporativas C-level

O C-level é uma sigla para se referir aos cargos executivos de alto nível em uma empresas que possuem responsabilidades estratégicas e decisórias.

A estrutura organizacional de uma empresa muda no decorrer de sua história. Com o passar do tempo, é necessário que uma equipe especializada em gestão esteja à frente do negócio. É nesse momento que surgem os profissionais que compõem o time de C-level.

Imaginamos que você já tenha ouvido falar sobre o cargo de CEO, mas você sabia que esse não é o único responsável pela gestão estratégica de uma corporação?

Para explicar melhor, estruturamos os principais conceitos sobre os cargos correspondentes ao alto executivo de uma empresa:

  • O que é o nível C-level?
  • Quais são os cargos C-level?
  • O que cada cargo C-level faz?
  • Quanto ganha um C-level?
  • Quais as principais competências dos cargos C-level?

Preparado para conhecer um pouco mais sobre essas possibilidades de carreira?

O que é o nível C-level?

O time C-level é composto pelos cargos de maior poder dentro de uma organização. São cargos da alta administração, cujos ocupantes são responsáveis pela liderança, posicionamento e grandes decisões dentro da corporação.

Esse termo é usado popularmente no mundo corporativo para designar de forma coletiva todos os executivos seniores de uma empresa. Eles são responsáveis por assegurar que as estratégias e as operações ocorram da melhor forma possível.

É comum que no início da vida de uma empresa, ela seja comandada apenas pelo seu fundador, que centraliza todas as atividades. Entretanto, conforme acontece a expansão do negócio, é preciso que as tarefas sejam delegadas para que a corporação siga crescendo e expandindo seus horizontes.

Curioso para saber quais são os cargos que compõem esse time de alto nível? Vamos lá!

Quais são os cargos C-level?

Os cargos que fazem parte do time C-level são:

  • CEO: Chief Executive Officer ou Diretor Executivo;
  • COO: Chief Operating Officer ou Diretor de Operações;
  • CFO: Chief Financial Officer ou Diretor de Administração e Finanças;
  • CIO: Chief Information Officer ou Diretor de Informações;
  • CTO: Chief Technology Officer ou Diretor de Tecnologia;
  • CHRO: Chief Human Resources Officer ou Diretor de Recursos Humanos; 
  • CMO: Chief Marketing Officer ou Diretor Comercial.

Cada empresa apresenta suas próprias particularidades e necessita de uma forma específica de estrutura executiva de gestão. Então, podemos dizer que nem toda e qualquer empresa precisa de todos os cargos acima citados.

É preciso se adaptar a cada realidade e verificar o que faz mais sentido para cada situação.

Ainda está com dúvidas sobre o que é de responsabilidade de cada posição C-level? Preparamos um pequeno guia com as atribuições dos cargos executivos!

O que cada cargo C-level faz?

Cada uma das posições de C-level apresentam diferentes atribuições e requisitos para desenvolver o seu trabalho. Confira abaixo:

CEO: Chief Executive Officer ou Diretor Executivo

O CEO é o responsável por fazer a gestão da organização, além de construir a imagem dela. Ele elabora novas parcerias de valor, faz a intercomunicação entre os acionistas e é encarregado das decisões corporativas.

COO: Chief Operating Officer ou Diretor de Operações

O COO é encarregado das operações da empresa, garantindo seu bom funcionamento. Faz o controle de qualidade dos produtos e serviços e cuida do relacionamento com fornecedores.

Além disso, é o braço direito do CEO, já que aplica a nível operacional o que é definido na gestão estratégica.

CFO: Chief Financial Officer ou Diretor de Administração e Finanças

O CFO é o gestor responsável pelo setor financeiro, gerenciando as atividades financeiras da empresa. Esse cargo precisa entender o que os números dizem, logo exige uma grande capacidade analítica.

Além disso, o CFO monitora o fluxo de caixa e o orçamento. A partir disso, sugere investimentos e garante a ordem com relação ao pagamento de impostos e tributos.

CIO: Chief Information Officer ou Diretor de Informações

O CIO é aquele cuja atribuição envolve os sistemas de tecnologias de informação da companhia. Assim, ele executa a gestão de tecnologia dentro da empresa, avalia e administra os recursos relativos aos dados, estruturas e pessoas de TI e supervisiona novos processos e produtos.

Finalmente, estabelece políticas que assegurem a governança da empresa.

CTO: Chief Technology Officer ou Diretor de Tecnologia

Apesar de também cuidar do setor de tecnologia como o CIO, o CTO diferencia-se do primeiro em algumas atividades. Ele busca otimizar os sistemas internos da empresa, coordenando equipes de suporte.

Ainda, procura por novas tecnologias que possam melhorar a operação interna e garante o funcionamento da operação em termos de tecnologia e sistemas.

CHRO: Chief Human Resources Officer ou Diretor de Recursos Humanos

O CHRO é responsável pelo setor de recursos humanos na organização. Busca atender às necessidades de capital humano, capacitando as lideranças e monitorando o desempenho dos colaboradores.

Ademais, assegura o cumprimento das políticas de relacionamento e faz a gestão das carreiras e dos cargos dentro da empresa. Finalmente, também é o responsável por descobrir novos talentos e gerir os já existentes na corporação.

CMO: Chief Marketing Officer ou Diretor Comercial

O CMO é o gestor que estará à frente do marketing, concebendo estratégias e gestão de vendas. Além disso, é responsável pela gestão da marca, realizando ações de crescimento através do Growth Hacking.

Esse profissional também supervisiona e toma decisões acerca dos eventos e de campanhas realizadas. Por fim, estabelece planos de ação, novos potenciais negócios e faz previsões.

Quanto ganha um C-level?

Segundo a Pesquisa de Remuneração da Page Executive de 2019, a média salarial para as empresas nacionais do time C-level é de:

  • Para CEO: varia de R$ 39 mil a R$ 103 mil reais por mês;
  • Para CMO: varia de R$ 29,5 mil a R$ 62 mil reais por mês;
  • Para CFO: varia de R$ 32,5 mil a R$ 77 mil reais por mês;
  • Para COO: varia de R$ 30 mil a R$ 53,5 mil reais por mês;
  • Para CHRO: varia de R$ 26 mil a R$ 59 mil reais por mês;
  • Para CTO/CIO: varia de R$ 28 mil a R$ 54,5 mil reais por mês.

Já a média salarial para empresas multinacionais é de:

  • Para CEO: varia de R$ 43 mil a R$ 112 mil reais por mês;
  • Para CMO: varia de R$ 33 mil a R$ 60 mil reais por mês;
  • Para CFO: varia de R$ 31 mil a R$ 72 mil reais por mês;
  • Para COO: varia de R$ 32,5 mil a R$ 57 mil reais por mês;
  • Para CHRO: varia de R$ 25 mil a R$ 64,5 mil reais por mês;
  • Para CTO/CIO: varia de R$ 27,5 mil a R$ 61 mil reais por mês.

Quais as principais competências dos cargos C-level?

Se você almeja alcançar algum desses cargos C-level ao longo de sua carreira, fique atento para desenvolver as seguintes competências:

Podemos perceber como esses cargos, além de possuírem um grande reconhecimento, também demandam tempo e muitas competências. Assim, se você deseja alcançá-los, trabalhe duro para desenvolver essas habilidades!

Como se tornar um C-level?

Agora que você já aprendeu sobre as principais competências e atribuições dos cargos C-level, que tal começar a desenvolver suas habilidades para também se tornar um?

Se você sempre busca por oportunidades para impulsionar o sucesso da sua empresa, saiba que agora você tem a chance de adquirir conhecimentos fundamentais para alavancar o seu crescimento!

Com o nosso curso gratuito de “Fundamentos do Growth Hacking”, você terá um material completo sobre como otimizar recursos, encontrar novos canais de crescimento, usar os dados ao seu favor e maximizar o impacto das suas ações.

Insira o cupom BLOG100 e acesse gratuitamente!

Fundamentos do Growth Hacking

Alice Becker

Alice Becker

Grad. em Engenharia Acústica, pela Universidade Federal de Santa Maria. Participou do Movimento Empresa Júnior como membro da Base Jr. Participou de projeto de pesquisa relacionado ao desempenho acústico de alvenaria estrutural. Conquistou 3º lugar no I Concurso Nacional Conrado Silva de Acústica de Salas. Possui formação em Scrum, Produção de Conteúdo Web, Copywriting e Marketing de Conteúdo. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Guia prático para ser um líder de alta performance

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Guia Prático Para Ser Um Líder De Alta Performance

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.