ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

Como Identificar nossas Próprias Limitações?
O que fazer quando se Sentir Sobrecarregado?
As Soft Skills na Resolução de Conflitos Corporativos

Saiba Identificar suas Próprias Limitações para não se Sobrecarregar no Trabalho

Aprenda a reconhecer as suas próprias limitações e evite que seu nível de exaustão dentro do trabalho chegue ao máximo.

Cindy Guerson
Por: Cindy Guerson
Saiba Identificar suas Próprias Limitações para não se Sobrecarregar no Trabalho

Entender nossas limitações é o principal passo para mantermos uma boa saúde mental.

O que mais costumamos ver nos ambientes de trabalho são pessoas sobrecarregadas e que acabam entrando em colapso mental por pegarem mais tarefas do que poderiam conseguir realizar.

O limite mental de cada pessoa é até onde ela consegue chegar sem extrapolar as suas barreiras físicas e mentais. Dessa forma, o limite é algo subjetivo e que deve ser estudado em cada pessoa por ela mesma.

Para sabermos mais sobre o assunto, separamos este artigo nos seguintes tópicos:

  • Como identificar nossas próprias limitações?
  • O que fazer quando se sente sobrecarregado?
  • As soft skills na resolução de conflitos corporativos

Vamos lá?

Como Identificar nossas Próprias Limitações?

Para identificarmos as nossas próprias limitações é preciso autoconhecimento.

O autoconhecimento, por sua vez, é gerado por uma grande reflexão interna que tem como objetivo nos fazer conhecer mais sobre nós mesmos.

Uma pessoa que tem autoconhecimento é uma pessoa que sabe quais são os seus pontos fortes e fracos, e dessa forma, podemos a considerar uma pessoa com inteligência emocional.

A inteligência emocional nos ajuda a ter sabedoria frente às situações que enfrentamos no dia a dia e nos orienta a como reagir em diferentes quadros distintos.

O maior sintomas de quem está com esgotamento mental é se sentir cansado e infeliz na maior parte do tempo!

Para identificar sua própria limitação se auto-questione nos seguintes pontos

  • Me sinto mal ao fim do dia?
  • Tenho me sentido satisfeito?
  • Estou conseguindo dormir bem?
  • Me sinto preocupado com as minhas tarefas de trabalho mesmo depois do expediente?
  • Como está a minha saúde?

Está gostando do artigo até aqui? Esperamos que sim! Ficaremos muito felizes em te ajudar nessa jornada de Autoconhecimento e Autogerenciamento emocional. Por esse motivo, gostaríamos de saber, você realmente sabe os impactos de ter sua inteligência emocional desenvolvida? Se não, olha só o que temos para você!

No nosso Ebook sobre A importância da Inteligência Emocional, você será capaz de entender a importância e porque você deve desenvolver a Inteligência Emocional. Ainda, você desenvolverá melhor suas habilidades em se conhecer melhor, em se colocar no lugar do outro, em gerir melhor suas emoções e sentimentos e aprimorar sua capacidade com sociabilidade.

Baixe gratuitamente agora mesmo clicando no botão abaixo e veja como aplicar a IE no dia a dia impacta positivamente no seu comportamento pessoal e profissional!

Entenda a importância da inteligência emocional! Clique e baixe o ebook!

Essas são perguntas importantes que você deve fazer a si mesmo, e se a resposta para elas for que você se sente mal ao fim do dia, insatisfeito, sem conseguir dormir, preocupado e com a saúde em decadência, é preciso entrar em alerta.

Fique com a gente e saiba mais sobre o que fazer quando se sentir sobrecarregado.


Veja só!

O que fazer quando se Sentir Sobrecarregado?

Assim como visto no tópico anterior, existem perguntas que podemos fazer a nós mesmo que nos ajudam a encontrar as respostas sobre nossa saúde mental.

O maior obstáculo para o ser humano na atualidade, é escutar o próprio corpo e respeitar as suas limitações. A síndrome do burnoute o seu iminente crescimento nos últimos tempos nos confirma isso.

Para os indivíduos, reconhecer as próprias limitações soa muitas vezes como sinal de fraqueza, e isso é um estigma que ainda precisa ser quebrado.
No mundo, existe uma grande pressão social quanto a produtividade, e essa, acabou se tornando o maior problema dos trabalhadores atuais, que pegam mais tarefas do que deveriam, e se expõem a jornadas de trabalho excessivas, muitas vezes por necessidade.

É inevitável que com todo o cenário mundial atual não nos sentirmos sobrecarregados e preocupados.

Visto isso, separamos aqui algumas dicas pra você cuidar da sua saúde mental e não deixar que isso te atrapalhe dentro do ambiente de trabalho e em nenhuma outra esfera social!

Separe um Tempo para si

Independente do quanto de coisas você ainda tem pra fazer, priorize a sua saúde mental.

Separe um tempo para fazer as coisas que você gosta, isso pode aumentar os níveis de serotonina do seu cérebro e te dar uma maior sensação de bem estar.

Faça Exercícios Físicos e se Alimente Bem

O papel do exercício físico nas nossas vidas vai muito além da saúde do nosso corpo.

Praticar atividades esportivas diminui os níveis de ansiedade e estresse, e se acompanhado de uma boa alimentação, isso melhora mais ainda.

Pratique a Escrita e Identifique os seus Sentimentos

Por mais clichê que pareça, identificar os nossos sentimentos não é fácil.

Muitas pessoas têm dificuldade de demonstrar o que sente e também de saber o que sente, e isso é super normal.

Identificar os seus sentimentos pode ser a principal chave para descobrir as suas limitações.

Se você tem dificuldade de saber o que sente, tente escrever sobre!

Pegue um papel, ou abra o bloco de notas e descarregue tudo o que está passando pela sua cabeça. Ninguém precisa ler, e ninguém precisa saber.

A prática da escrita na identificação dos nossos sentimentos além de nos fazer enxergar a situação com mais amplitude, nos ajuda no autoconhecimento.

Procure Ajuda Profissional

Além das atividades que nós podemos fazer por conta própria, podemos e devemos procurar ajuda profissional.

A prática da terapia é cientificamente comprovada como eficaz na promoção da saúde mental e com a ajuda profissional além de se autoconhecer você pode aprender também mais sobre as habilidades interpessoais.

Além de tudo isso que já citamos aqui, existem as Soft Skills.

Vamos falar um pouquinho mais sobre elas no próximo tópico e como elas podem auxiliar na resolução de conflitos no ambiente corporativo. Você não pode perder!

Está preparado?

As Soft Skills na Resolução de Conflitos Corporativos

As Soft Skills são habilidades interpessoais que podem te ajudar a lidar frente a muitas situações.

Como falamos sobre o reconhecimento das nossas limitações e a identificação dos nossos sentimentos para sabermos ou não se estamos sobrecarregados, achamos interessante trazer também algumas competências comportamentais.

As competências comportamentais (Soft Skills)  podem nos auxiliar a agir com inteligência emocional no trabalho e evitar o esgotamento mental

As principais Soft Skills são:

Escuta Ativa

Habilidade de escutar o que o outro tem a dizer sem emitir algum posicionamento ou ideia. Consiste em apenas oferecer a escuta para o próximo.

A partir da escuta ativa você pode desenvolver a assertividade.

Assertividade

Competência comportamental que tem como característica expressar os seus sentimentos e se posicionar de forma clara e objetiva. Colocando o seu ponto de vista exposto e exemplificando também o ponto de vista do outro e o que vocês esperavam de uma determinada situação.

Empatia

Capacidade de se colocar no lugar do outro e entender como o mesmo se sente e pensa sobre algum acontecimento ou situação específica.

Legal não é mesmo?

Com o reconhecimento das suas próprias limitações e as competências comportamentais certas, sua saúde mental no ambiente corporativo será muito melhor do que antes.


Você quer desenvolver habilidades e competências necessárias para se tornar um grande líder?

O nosso Programa de Soft Skills te aproximará deste objetivo!

Com mais de 122 horas de duração, o programa tornará você capaz de desenvolver habilidades e competências de um líder de sucesso e te ajudará a ser mais autoconfiante para tomar decisões e guiar um time, além de torná-lo apto a lidar com situações complexas e desafiadoras no ambiente de trabalho.

E lembre-se: soft skills, competências e habilidades de liderança são o fator de diferenciação entre profissionais comuns e aqueles que, de fato, se destacam!

Não perca tempo e comece a alavancar sua carreira já! Garanta sua inscrição!

Programa de formação em Soft Skills

Cindy Guerson

Cindy Guerson

Grad. em Psicologia pela Universidade Nove de Julho (UNINOVE) e atual membro da Liga Acadêmica de Psicanálise e Patologia (LAPP). Especialista na área de Pesquisa e Desenvolvimento do grupo Voitto. Possui certificação em produção e interpretação de textos (UNINOVE), Recrutamento e Seleção (GUPY), copywriting, marketing digital e conteúdos para a web (VOITTO). Acredita que um bom desempenho pessoal depende da nossa percepção sobre o mundo.

Conteúdo relacionado

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Pacote] Formação De Soft Skills

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.