ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que quer dizer Linguagem Persuasiva?
Quais são os 4Cs da Linguagem Persuasiva?
Como a Linguagem Persuasiva surgiu?
Quais são os recursos expressivos da Linguagem Persuasiva?
Exemplos de Linguagem Persuasiva
Como aplicar a Linguagem Persuasiva no nosso dia a dia?
Como se tornar persuasivo?

Entenda o que é Linguagem Persuasiva, quais os seus principais recursos e exemplos!

Aumente seus conhecimentos sobre a Linguagem Persuasiva, quais são os principais recursos expressivos utilizados e os principais exemplos práticos!

Alícia Soares
Por: Alícia Soares
Entenda o que é Linguagem Persuasiva, quais os seus principais recursos e exemplos!

A Linguagem Persuasiva é um conjunto de técnicas e estratégias utilizadas para influenciar e convencer outras pessoas a adotarem uma determinada opinião, ideia, produto ou comportamento.

A linguagem persuasiva está presente na sociedade desde muito tempo.

A persuasão consiste em convencer e influenciar alguém a realizar certa ação ou a acreditar em algo. Ela é essencial principalmente no mundo dos negócios.

Continue neste artigo e saiba mais sobre a persuasão por meio dos seguintes tópicos:

  • O que quer dizer Linguagem Persuasiva?
  • Quais são os 4Cs da Linguagem Persuasiva?
  • Como a Linguagem Persuasiva surgiu?
  • Quais são os recursos expressivos da Linguagem Persuasiva?
  • Exemplos de Linguagem Persuasiva;
  • Como aplicar a Linguagem Persuasiva no nosso dia a dia?

Vamos começar?

O que quer dizer Linguagem Persuasiva?

A linguagem persuasiva é aquela que possui o objetivo de influenciar alguém a pensar ou a realizar alguma ação, por meio de argumentos bem embasados.

Ela busca convencer o seu interlocutor, custe o que custar. Dessa forma, o locutor busca conhecê-lo, suas paixões, suas crenças, sua história e, por meio disso, elaborar um pensamento estratégico para a produção do argumento e persuadi-lo.

Trata-se de um discurso ideológico, subjetivo e temporal. O convencimento é realizado de forma que o interlocutor não perceba que está sendo influenciado, mas sim, que está tomando as atitudes por conta própria.

Quais são os 4Cs da Linguagem Persuasiva?

De acordo com o professor Lionel Bellenger, a linguagem persuasiva é composta por 4Cs:

  • Credibilidade: utilização de fatos, testemunhas e provas para a confirmação de uma ideia.  
  • Coerência: utilização da lógica e da argumentação para o desenvolvimento do discurso. 
  • Consistência: utilização de um argumento que se mostre constante e verdadeiro ao longo de um processo. 
  • Congruência: adequação do argumento em relação ao persuasor e ao que esperam dele. 

Como a Linguagem Persuasiva surgiu?

A linguagem persuasiva surgiu na Grécia Antiga, com a presença dos sofistas. Essas pessoas utilizavam da retórica e da dialética para ensinar os cidadãos, principalmente com o objetivo político.

Em seguida, o filósofo Aristóteles também desenvolveu sua estratégia de persuasão por meio da retórica a serviço do verdadeiro e do justo, como um “instrumento da opinião” - o interesse e o convencimento levam a ação.

Por fim, a lógica apresentou o Método Argumentativo, que pode ser dividido entre indução (conduz a argumentação do particular para o geral) e dedução (conduz a argumentação do geral para o particular).

Continue neste artigo e confira quais são os principais recursos expressivos da persuasão!

Quais são os recursos expressivos da Linguagem Persuasiva?

A linguagem persuasiva é composta por recursos expressivos que contribuem na argumentação e no convencimento do interlocutor. Confira a seguir alguns deles:

Utilização de conectivos

A utilização de conectivos permite a coesão de um argumento. Eles permitem a relação entre as frases e a produção de sentidos diferentes.

Os conectivos podem produzir efeitos de inclusão, exclusão, retificação, relevância, consequência, sucessão, hipótese, certeza, intenção, entre outros.

Emprego de figuras de linguagem

A utilização de figuras de linguagem no discurso é essencial para a produção de sentidos entre o locutor e o interlocutor, facilitando a compreensão do último em relação ao argumento.

Algumas delas são metáforas, metonímias, comparações, analogias, hipérboles, eufemismos e paradoxos.

Uso do modo imperativo nos verbos

O emprego do modo imperativo no discurso é um dos tópicos mais comuns da linguagem e da persuasão.

O seu objetivo persuasivo é pedir ou ordenar o interlocutor a realizar a ação proposta pelo locutor, facilitando o processo de convencimento.

Emprego de trocadilhos e de jogos de palavras

A utilização de trocadilhos e de jogos de palavras é uma ótima estratégia para marcar o seu discurso na mente das pessoas.

Por requerer raciocínio lógico do interlocutor, ele demora mais tempo para processar os argumentos e, consequentemente, aderir ao pensamento do locutor.

Utilização de fatos, dados e estatísticas 

O emprego de informações verídicas mostram credibilidade ao seu argumento, tornando-o uma autoridade no assunto.

Isso acontece porque os fatos, dados e estatísticas mostram relação direta com a realidade. Assim, o seu objetivo também é convencer o leitor ou interlocutor sobre o que você está comunicando.

Linguagem corporal adequada

As expressões corporais demonstram muito a confiança e a credibilidade de alguém. Dessa forma, é fundamental atentar-se à sua postura corporal, à sua expressão facial e aos seus gestos com as mãos.

Você sabe tomar decisões assertivas?

Saber tomar decisões é uma competência essencial no mercado de trabalho.

Mas como saber se sei como tomar decisões? Com o nosso teste gratuito Qual seu nível de pensamento crítico?, você vai descubrir quais habilidades você tem que desenvolver para crescer no mercado de trabalho!

Então não perca tempo, faça o teste agora mesmo! Basta clicar no banner abaixo!

Banner do teste "Qual seu nível de Pensamento Crítico?"

Exemplos de Linguagem Persuasiva

A persuasão está presente em vários gêneros da comunicação. Confira a seguir alguns deles:

Campanhas institucionais

As campanhas institucionais são responsáveis por apresentar a imagem de uma instituição, logo, utilizam da linguagem persuasiva para convencer o interlocutor da identidade organizacional da empresa e das ideias desejadas.

Discursos políticos

Os discursos políticos são um grande exemplo de linguagem persuasiva por consistir em argumentos que convençam os interlocutores a aderirem à sua ideia e, consequentemente, apoiar o candidato, seja por meio do voto ou da aceitação.

Campanhas de vacinação

A linguagem persuasiva é fundamental em campanhas de vacinação, na qual o principal objetivo é convencer a população a se vacinar e, consequentemente, diminuir a ocorrência das doenças em uma região ou no país inteiro.

Anúncios publicitários

Os anúncios publicitários estão presentes nos meios de comunicação - e fora deles - para persuadir o interlocutor a adquirir um produto ou um serviço.

O anúncio publicitário é um dos principais exemplos de como ser efetivo com a linguagem persuasiva.

Como aplicar a Linguagem Persuasiva no nosso dia a dia?

Veja agora algumas dicas de como aplicar a linguagem persuasiva em seu dia a dia:

Conheça o seu público-alvo

Antes de iniciar qualquer comunicação persuasiva, é importante entender quem são as pessoas com as quais você está se comunicando. Conheça seus interesses, desejos e necessidades para adaptar sua mensagem de acordo.

Use argumentos convincentes

Construa seus argumentos de forma lógica e clara. Apresente fatos, estatísticas e exemplos relevantes para respaldar suas ideias e torná-las mais convincentes.

Utilize gatilhos emocionais

As emoções desempenham um papel fundamental na tomada de decisão. Ao usar a linguagem persuasiva, tente despertar emoções positivas e relacionadas ao seu objetivo. Isso pode ser feito por meio de histórias impactantes, metáforas ou palavras que evocam sentimentos específicos.

Quer aprender mais sobre como gatilhos mentais podem te ajudar a aumentar suas vendas? Então assista o vídeo abaixo!

Mostre benefícios e soluções

Foque nos benefícios que sua proposta ou ideia trará para a outra pessoa. Mostre como ela resolverá um problema, trará vantagens ou melhorará uma situação atual.

Use técnicas de persuasão verbal

Utilize recursos como repetição de ideias-chave, argumentação baseada em autoridade ou credibilidade, e antecipação de objeções para neutralizá-las antes que sejam levantadas.

Demonstre empatia e escuta ativa

Mostre interesse genuíno pelas opiniões e perspectivas dos outros. Ouça com atenção, valide suas preocupações e necessidades. Isso cria uma conexão mais forte e facilita o processo persuasivo.

Seja persuasivo na linguagem não verbal

A linguagem corporal também desempenha um papel importante na persuasão. Mantenha uma postura confiante, faça contato visual, utilize gestos e expressões faciais que transmitam segurança e assertividade.


Lembrando que a persuasão deve ser utilizada de forma ética e responsável, respeitando as opiniões e escolhas das outras pessoas.

Pratique essas habilidades no seu dia a dia e busque aprimorar sua capacidade de se comunicar de maneira persuasiva, sempre com o objetivo de construir relacionamentos e alcançar resultados positivos.

Como se tornar persuasivo?

Tornar-se persuasivo é um grande desafio da comunicação. Conhecer o público-alvo, sua história, seus sentimentos e o contexto em que vive é fundamental para a realização de uma linguagem persuasiva adequada e efetiva.

Caso você realize vendas, é ideal a criação de um pitch de vendas para estar sempre preparado para a conversão de clientes todos os dias. Escutar o seu cliente é essencial para identificar as suas dores e as soluções adequadas - as suas.

Além disso, é essencial desenvolver as habilidades relacionadas aos recursos expressivos, possibilitando o embasamento dos argumentos e em consequência, a credibilidade e o convencimento.

Por isso, a Voitto tem o ebook perfeito para você: e-book de Comunicação Não-Violenta na Prática, onde você vai aprender métodos de como se expressar da forma como quer ser percebido!

Não perca tempo, baixe hoje mesmo esse ebook gratuito!

Banner do ebook "Comunicação Não-Violenta na Prática".

Alícia Soares

Alícia Soares

Grad. em Jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Redatora de conteúdo em portais esportivos como VAVEL e Planeta Futebol Feminino. Experiência em Comunicação Institucional nas Diretorias de Imagem e de Relações internacionais da UFJF. Atuou como Assessora de Gestão e Estratégia e Consultora de Planejamento e Mídias na Acesso Comunicação Junior. Tem como objetivo pessoal compartilhar conhecimento sobre Organização Criativa e Metodologia Ágil para que as pessoas alcancem maiores resultados e produtividade no estudo e no trabalho.

Teste: Como está sua Inteligência Emocional?

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Teste: Como Está Sua Inteligência Emocional?

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.