ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que é M&A?
Tipos de M&A
Como financiar aquisições?
Meios de pagamento de M&A
Como avaliar Mergers and Acquisitions (M&A)?
Exemplos de M&A
Você sabe como escolher um bom investimento?

Veja como utilizar o M&A para unir forças e se tornar uma empresa mais competitiva

Saiba o que é o M&A e descubra como essa estratégia pode ser o caminho para aumentar os ganhos de escala e a parcela de mercado do seu empreendimento.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Veja como utilizar o M&A para unir forças e se tornar uma empresa mais competitiva

M&A é a sigla que representa as operações de fusão e aquisição de empresas no mercado por meio de transações financeiras.

“Mas o que isso quer dizer?”, você deve estar se perguntando. Vamos a um exemplo prático! Sabia que as marcas Sadia e Perdigão são uma empresa só? Ou que a Magazine Luiza é dona da Netshoes? Esses são exemplos de casos famosos sobre Mergers and Acquisitions (M&A).

Essa é uma estratégia muito utilizada para que as organizações se tornem mais competitivas, reduzam os custos, aumentem o mercado de atuação e até mesmo expandam o portfólio de produtos e serviços oferecidos.

Atualmente, o M&A ocorre em empresas de qualquer tamanho e pode levar de 6 meses até anos para se concretizar. É justamente por isso que preparamos este conteúdo com detalhes para você entender a fundo sobre o tema.

Veja o que você encontrará por aqui:

  • O que é M&A? 
  • Tipos de M&A; 
  • Como financiar aquisições?
  • Meios de pagamento de M&A;
  • Como avaliar Mergers and Acquisitions (M&A)?
  • Exemplos de M&A.

O que é M&A? 

Mergers and Acquisitions (M&A) é o conceito em inglês utilizado para nomear os processos de fusões e aquisições, utilizado como caminho para que as empresas se consolidem, mantenham ou aumentem padrões de crescimento, mudem as suas naturezas jurídicas e se tornem até mesmo mais competitivas.

Mas para entender mais sobre o M&A, vamos primeiro entender cada uma das nomenclaturas.

A fusão é um processo que acontece quando duas organizações já constituídas deixam de existir e juntas passam a compor uma nova empresa, transferindo todo o patrimôniopara a mesma.

Já as aquisições se referem a uma atividade um pouco diferente. Nela, uma organização adquire outra, podendo isso acontecer de forma total ou parcial.

Cada processo de M&A é único. Antigamente, era visível que apenas grandes empresas passavam por essa transição. Hoje em dia, apesar de vermos fusões de gigantes, também é possível que as empresas envolvidas sejam de médio e pequeno porte.

Por esses processos se diferenciarem muito entre si, o M&A pode ter diversas classificações. Descubra no tópico a seguir as estruturas das fusões.

Mas antes, não deixe de conferir o vídeo abaixo para entender ainda mais sobre o conceito de fusão e aquisição.

Tipos de M&A

O processo de M&A pode ter estruturas diferentes, apesar de sempre tratarem de operações de compra e venda de organizações. O que pode diferenciá-los é o tipo de empresas envolvidas.

Entenda agora os 5 tipos de estruturas de fusão:

1. Horizontal

Normalmente essa classificação é dada a empresas que se unem e que atuam em setores semelhantes ou até exatamente iguais. Nesse caso, é comum que elas sejam concorrentes, mas nem sempre essa é uma regra.

2. Vertical

Existem também casos em que ocorrem operações de M&A entre fornecedores e clientes. O principal objetivo dessa estratégia é a redução de custos, otimização de processos e a consolidação da posição da empresa.

3. Conglomerado

Algumas transações de M&A podem ocorrer também entre organizações que não atuam em setores comuns. Elas normalmente buscam diversificar os seus modelos de negócio e expandir os horizontes de atuação.

4. Complementares

Outra possibilidade de fusão é caracterizada como complementar. Ela acontece quando duas ou mais empresas atendem uma mesma parcela de clientes, mas, no entanto, oferecem produtos ou serviços complementares.

Para ficar ainda mais claro, um exemplo é a união de organizações que atuam na fabricação de televisores e outra de aparelhos como cabos e conversores de sinal digital.

5. Extensão de mercado

Você conhece duas empresas que vendem os mesmos produtos, mas para nichos diferentes? Um exemplo são as marcas Fiat e Ferrari. Ambas atuam no mercado de automóveis, no entanto possuem foco em classes sociais diferentes.

Esse foi um caso de fusão de extensão de mercado. Quando a Fiat comprou grande parcela da Ferrari, passou a expandir a sua base de clientes.

Agora é a hora de entender melhor sobre as aquisições. Saiba mais sobre como financiá-las abaixo.

Como financiar aquisições? 

Para consolidação de mercados, oprocesso de M&A exige uma interface grande com questões jurídicas e empresariais. Para que ele seja concluído com sucesso, existem dois mecanismos comuns de concretização. São eles:

1. Compra de quotas ou ações

Alguns processos de M&A acontecem com o comprador oferecendo aos atuais sócios da empresa uma contrapartida para que eles vendam suas ações ou quotas da organização que está sendo negociada.

Para que a transação seja feita, é comum que aconteça uma assembleia e que seja necessária a aprovação da maioria simples dos sócios.

Feito isso, o comprador absorve todos os bens, direitos e obrigações da organização, além de dar uma compensação, em dinheiro ou não, para os acionistas.

Saiba como está a saúde financeira da sua empresa com essa dica! 

Uma pausa rápida no nosso conteúdo para um questionamento importante: como está a saúde financeira da sua empresa?

Para que você possa realizar as melhores tomadas de decisão, sejam elas de compra ou até mesmo estratégicas, é fundamental que você entenda a situação financeira da sua empresa e a viabilidade de novos projetos de acordo com esse cenário.

Para te ajudar nessa jornada, elaboramos uma planilha gratuita de um Mapa de Análise Financeira. Baixe agora clicando na imagem!

Planilha Mapa de Análise Financeira

2. Compra de ativos

Outra forma de M&A é quando o comprador negocia apenas os ativosque lhe interessam da companhia alvo. Sendo assim, a aquisição é parcial e não total. As obrigações assumidas nesse caso são apenas aquelas que estão ligadas a esses bens.

Esse processo é, normalmente, menos burocrático do que o descrito anteriormente. Afinal, costuma não demandar votação dos acionistas e o consenso entre eles, ficando a decisão apenas à escolha dos diretores e representantes.

Além das formas de aquisição, também é importante entender como podem ser feitos os pagamentos das operações de M&A. Veja a seguir.

Meios de pagamento de M&A

As operações de M&A normalmente envolvem grandes quantias de dinheiro e, por isso, uma preocupação muito comum é como elas serão efetivadas. Para isso, existem 2 formas, veja mais sobre elas a seguir:

Transação de estoques

A transação de estoques se refere à emissão de novas ações, que são pagas diretamente para os acionistas da empresa alvo. Isso significa que não há negociação em mercado aberto, para que seja reduzida a volatilidade do seu preço.

Transação em dinheiro

Ao contrário da transação de estoques, as transações em dinheiro são feitas através da compra e venda das ações que já existem, sem a emissão de novas e revisão da estrutura societária.

Mas afinal, como avaliar uma operação de M&A? Confira a seguir!

Como avaliar Mergers and Acquisitions (M&A)? 

O processo de M&A exige a avaliação minuciosa do valor de uma empresa que irá ser negociada, fazendo assim uma gestão de compra melhor. Para isso, alguns indicadores são muito utilizados:

  • Razão preço e lucro: divisão entre o preço da ação e o lucro da companhia;
  • Razão entre o valor de mercado e as vendas: divisão entre o quanto vale a empresa e a receita de suas vendas;
  • Fluxo de caixa descontado: projeção dos crescimentos futuros trazidos a valor presente para entender o valor de mercado atual pela perspectiva e gerenciamento de projetos que serão executados.

Exemplos de M&A

No começo do nosso artigo mencionamos que a Perdigão e a Sadia são exemplos de M&A, mas elas não são as únicas! Separamos uma lista de outras organizações igualmente famosas que também passaram por esse processo. Veja só:

Louis Vuitton e Moët & Chandon

A Louis Vuitton é uma marca de artigos de luxo, como bolsas e malas, que possui uma logomarca inconfundível. Já a Moët & Chandon é uma produtora de vinhos e espumantes. Apesar de não fazerem parte do mesmo segmento, as duas empresas compartilham o mesmo público e por isso o M&A se tornou viável.

LATAM

Engana-se quem pensa que a LATAM sempre possuiu esse nome. Essa companhia aérea, considerada a maior da América Latina, surgiu da fusão da TAM e a Lan, organização chilena, em meados de 2012.

Natura e Avon

Apesar dos produtos dessas marcas serem comumente comercializados separadamente, a Natura adquiriu a Avon em janeiro de 2020 através de um acordo de cerca de US$ 2 bilhões. Atualmente elas formam a 4ª maior empresa de cosméticos do mundo.

Você sabe como escolher um bom investimento?

Na sua opinião, o que é mais importante: ter lucro agora ou ter lucro sempre?

Essa é uma questão que você precisa saber responder com propriedade se o seu objetivo é fazer parte do mercado financeiro e do mundo dos investimentos com a sua empresa.

Para ter embasamento, nada melhor do que estudar sobre o assunto, não é verdade? É por isso que a Voitto desenvolveu o curso de Gestão Financeira e Análise de Investimentos.

Com ele você será capaz de analisar um Balanço Patrimonial, Fluxo de Caixa e Gestão do Capital de Giro, compreender os principais indicadores financeiros, como o ROA e ROI, e aprender um método para analisar seus próprios investimentos.

Inscrever-se neste curso é o melhor investimento que você pode fazer AGORA. Clique na imagem abaixo para saber mais:

Curso Gestão Financeira e Análise de Investimentos

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Inscreva-se no Programa de Formação em Finanças da Voitto!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Formação] Programa De Formação Em Finanças Botão Lateral

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.