ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que é Design Sprint?
Por que utilizar o Design Sprint?
Quais são as principais práticas adotadas pelo Design Sprint?
Dica de ouro!

Conheça a técnica Design Sprint e garanta eficiência para sua gestão de projetos

Aprenda como utilizar a técnica do Design Sprint e saiba como essa metodologia pode contribuir para a eficiência da gestão de projetos do seu negócio.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Conheça a técnica Design Sprint e garanta eficiência para sua gestão de projetos

Se você é da área de design, tecnologia ou gestão de projetos, conhecer o Design Sprint é mais do que necessário.

Essa técnica é utilizada por quase todas as empresas do Vale do Silício e é uma ótima estratégia para ser aplicada em startups, devido a sua simplicidade e eficiência.

O foco do Design Sprint é resolver um problema, melhorar um processo ou desenvolver um produto em apenas 5 dias. Por conta dessa agilidade, a ferramenta é muito famosa.

Além disso, a ferramenta preza por economia de recursos e previne que a empresa invista muito em projetos que têm alta chance de falhar.

Por conta de todos esses motivos, nesse artigo vamos te mostrar os principais conceitos sobre o Design Sprint trabalhando com o seguintes tópicos:

●     O que é Design Sprint?

●      Por que utilizar o Design Sprint?

●     Quais são as principais práticas adotadas pelo Design Sprint?

Ficou curioso(a)? Então vamos lá!

O que é Design Sprint?

O Design Sprint é uma metodologia ágil utilizada para resolver problemas e testar ideias antes que elas se tornem projetos e vão para o mercado.

Basicamente, a metodologia consiste em um grupo de pessoas elaborando protótipos que serão testados por usuários reais, simulando como seria a execução do projeto.

Assim, esses testes rápidos são realizados com o mínimo de investimento e no ambiente mais real possível, para validar a ideia e acelerar o projeto. Dessa forma, chega-se a uma solução viável por meio do trabalho em equipe, aprendizado e feedback dos usuários.

A ferramenta foi criada pelo designer Jake Knapp, em 2010, quando trabalhava na Google. Percebendo que a duração dos projetos se alongava além do esperado, Jake passou a formular uma maneira de construir soluções de maneira mais rápida.

Assim, ele criou o Design Sprint, baseando-se no crescimento da cultura de experiência do usuário e utilizando métodos da UX (User Experience) tradicional, estratégia de negócios e psicologia.

Todas as suas ideias foram reunidas no livro “Sprint: O método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias”, que virou um sucesso dentro das empresas de tecnologia.

Como já dito, o modelo criado por Jake dura 5 dias e é otimizado para startups. Entretanto, a grande vantagem é que a estrutura e o conjunto de métodos são flexíveis e as equipes podem adaptá-los com base em diferentes objetivos ou culturas organizacionais.

Por que utilizar o Design Sprint?

O Design Sprint deve ser utilizado porque é uma ótima maneira de se aplicar ideias e antecipar resultados antes de fazer um investimento muito grande em um projeto.

Ele também dá um direcionamento e alinha a equipe, o que é importante principalmente para o início de empresas, em que várias ideias estão surgindo e precisam ser filtradas. O Design Sprint fornece uma visão mais realista e prática das soluções.

Ainda, por meio do comportamento coletivo e individual dos participantes, podemos observar melhores composições de equipe para projetos futuros. Com uma equipe multidisciplinar, as trocas de experiências e perspectivas são muito ricas.

Além disso, o Design Sprint se comunica com várias ferramentas ágeis, como 5W2H, Kanban, diagrama de Ishikawa, entre outras. Elas podem ser utilizadas para dar origem ao Design Sprint ou no meio dele.

Ele também pode ser integrado no framework ágil Scrum. Essa metodologia também trabalha com períodos de foco intenso para a resolução de problemas e melhoria de processos, chamado de Sprint Scrum.

Um projeto Scrum é dividido em várias sprints planejados. Portanto, as ideias desses dois métodos são muito similares.


Presente da Voitto para você!

Você entende qual é a importância da agilidade para a realização de uma gestão efetiva?

O segredo para otimização de projetos está em usar um método ágil! O framework Scrum, por exemplo, é um método usado para o gerenciamento de projetos, baseado no desenvolvimento de software, que beneficia a empresa e os clientes com agilidade e flexibilidade em sua elaboração.

Quer saber como funciona a metodologia Scrum e entender como sua flexibilidade para se adaptar a diferentes exigências se dá por meio de entregas rápidas e com foco total nas exigências dos clientes?

Preparamos para você o curso de Introdução ao Agile Scrum para que você se desenvolva profissionalmente e ainda possa conhecer a nossa plataforma! É só usar o cupom BLOG100 e começar a se capacitar gratuitamente!

Esperamos você para estudar com a gente e depois publicar o certificado no LinkedIn, hein? Clique no botão abaixo e saiba mais a respeito!

introdução ao agile scrum

O Design Sprint também pode ser comparado com o modelo de desenvolvimento criativo do Design Thinking. Ambos possuem quase a mesma estrutura, buscando a inovação.

Agora que já vimos o que é o Design Sprint e seus benefícios, vamos ver como ele funciona na prática.

Quais são as principais práticas adotadas pelo Design Sprint?

As principais práticas adotadas pelo Design Sprint engloba reunir participantes de áreas diferentes, como pessoas do setor de design, atendimento ao cliente, contabilidade, entre outros. Depois, é realizada uma etapa em cada dia da semana. São elas:

Mapeie

Nessa primeira etapa, a equipe entende o panorama geral do problema e escolhe uma área para focar. Com o objetivo de solucionar o problema, estabeleça uma meta para atingir ao final do Design Sprint.

Aqui, várias técnicas ágeis, como 5W2H ou diagrama de Ishikawa podem ajudar a entender a origem dos problemas e definir uma direção para seguir.

Idealize 

Ideias são elaboradas para resolver problemas. Neste ponto, várias técnicas podem ser implementadas, como o Brainstorming. Os esboços precisam ser detalhados e realistas, buscando sempre responder as questões levantadas na fase do mapeamento.

Decida

Na decisão, as ideias são apresentadas e a equipe escolhe quais irão para frente e vão ser transformadas em protótipos testáveis. É importante que a decisão seja consensual e leve em conta critérios como rapidez de aplicação.

No caso de o número de participantes ser par, escolha alguém antes de começar o sprint que terá mais peso em seu voto, para o caso de empate.

Crie Protótipos 

Chegou o momento de concretizar a ideia. Elabore um protótipo utilizando ferramentas de prototipagem online, como impressoras 3D.

O protótipo não precisa ser perfeito ou muito caro. Na verdade, ele deve ser feito gastando a menor quantidade de recursos possível.

Faça testes

A última fase é colocar o produto na mão do usuário. Alguns usuários-chave são escolhidos para testar o produto e fornecer feedback em tempo real. Para isso, podem ser feitas entrevistas, por exemplo.

Com esses resultados, você pode ter uma percepção de como o produto será recebido pelo mercado. Leve em conta todas as opiniões recolhidas e lembre-se que o cliente tem sempre razão.

Dica de ouro!

O profissional do futuro precisa estar atento a uma das grandes características exigidas pelo mercado: a agilidade!

Para te ajudar nesse desafio, criamos a Formação de Especialistas em Gestão Ágil de Projetos, que une as práticas internacionalmente reconhecidas em Gerenciamento de Projetos e descritas no Guia PMBOK, até a metodologia mais utilizada no mundo para a Gestão Ágil de Projetos, o Scrum.

Ao realizar o curso, você será capaz de mesclar desenvolvimento ágil e preditivo em seus projetos; implementar uma cultura de agilidade em sua organização e, é claro, se tornar um Gerente de Projetos e um Especialista em Scrum reconhecido internacionalmente!

Clique na imagem abaixo e se inscreva na nossa Formação de Especialistas em Gestão Ágil de Projetos.

Formação de Especialista em Gestão Ágil de Projetos

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Banner do curso "Introdução ao Agile Scrum"

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso] Introdução Agile Scrum

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.