ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que é Mainframe?
Como funciona um Mainframe?
O que diferencia um servidor de um Mainframe?
Dica de Ouro!

Conheça o Mainframe, computador capaz de processar grandes volumes de dados!

Conheça o Mainframe e entenda a diferença entre essa tecnologia, que permite o processamento avançado de dados, e os servidores comuns.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Conheça o Mainframe, computador capaz de processar grandes volumes de dados!

A computação é um dos campos que mais avançou nos últimos anos. A capacidade de processamento das máquinas é gigantesca, e promete ficar ainda maior com inovações como o computador quântico. Na área dos supercomputadores, um dos tipos mais utilizados é o mainframe.

Dentre muitas das novas aplicações que essa tecnologia pode ter, uma das principais é sua utilização em empresas que oferecem serviços de armazenamento em bancos de dados. A gigantesca potência computacional dessas máquinas possibilita um processamento de informações muito eficiente.

Por conta de sua relevância no mundo atual, vamos ver mais sobre o mainframe, passando pelos seguintes assuntos:

  • O que é Mainframe?
  • Como funciona um Mainframe?
  • O que diferencia um servidor de um Mainframe?

O que é Mainframe?

Um mainframe é um computador de grande porte, superpotente e de alto desempenho, que contém grande memória, enorme espaço de armazenamento e vários processadores de alto nível.

Assim, ele é usado para fins de computação em grande escala e possui um poder de processamento muito maior do que os sistemas de computador tradicionais.

Por isso, esse tipo de máquina está sendo cada vez mais importante para organizações de grande escala, empresas de tecnologia, pesquisa científica, estatísticas de consumo e dados de usuário.

A sua capacidade de executar vários programas complexos simultaneamente em uma velocidade gigantesca que o torna ideal para processar grandes volumes de dados de forma mais rápida. Ele pode lidar com várias trocas de informações simultaneamente, o que é perfeito para grandes corporações e instituições.

Segurança do Mainframe

Os computadores mainframe oferecem alta disponibilidade e segurança, mais do que as máquinas de menor escala podem fornecer. Por exemplo, modelos de mainframe como o IBM z13 são capazes de processar 2,5 bilhões de transações por dia. Esse sistema ainda pode ser virtualizado por meio do Microsoft Azure.

Esses sistemas tem grande confiabilidade, já que são capazes de identificar falhas e bugs e podem corrigi-los automaticamente, sem a necessidade de configurações adicionais. Eles são capazes de operar por 40 a 50 anos sem cometer nenhum erro. Isso também facilita bastante sua manutenção.

Os mainframes são principalmente utilizados por grandes empresas pela necessidade de proteção de dados confidenciais. Eles permitem mais atenção na proteção de autenticação para armazenamento de dados.

Além disso, o ambiente mainframe também comporta a conexão com milhares de usuários ao mesmo tempo. Ele decide quais tipos de prioridades devem ser vinculados a diferentes tipos de usuários.

Outra aplicação muito interessante é que ele pode rodar várias máquinas virtuais simultaneamente, o que é ótimo para lidar com grandes volumes de informações para processamento.

Todas essas características são muito importantes para as organizações, que precisam lidar com o processamento de uma grande quantidade de dados na era digital.

Preço de um Mainframe

Para que possamos ter uma noção de valores, vamos falar do z114 lançado pela IBM. Trata-se de um mainframe voltado para empresas de médio porte e que custou R$520 mil.

Apesar do valor, é o mainframe mais barato já lançado pela Big Blue.


Outra coisa muito importante na era digital é a lógica de programação e as linguagens propriamente ditas, já que elas são aplicáveis em diversos projetos. Uma das linguagens com índice de crescimento de uso muito grande é o Python.

Nos últimos anos a o crescimento da linguagem Python foi enorme. Grandes sites como GitHubStack Overflow e TIOBE mostram como a popularidade dessa linguagem aumentou, se tornando a segunda linguagem mais amada, segundo a pesquisa do Stack Overflow com milhares de desenvolvedores.

Além disso, o mercado de trabalho procura, cada vez mais, profissionais capacitados que sabem como utilizar o máximo da linguagem.

Foi pensando nisso que desenvolvemos o curso Fundamentos Essenciais para Python. Nele, você aprenderá os principais pilares da linguagem e da programação para que você se torne o profissional que o mercado procura e faça parte dessa comunidade de apaixonados pelo Python.

Tá esperando o que? Clique na imagem abaixo e garanta seu acesso GRATUITO ao curso Fundamentos Essenciais para Python!

Fundamentos essenciais para Python - Clique e aprenda agora mesmo!

Agora que você sabe o que é mainframe e já sabe como se capacitar em Python, continue lendo para entender como ele funciona.

Como funciona um Mainframe?

A CPU de um mainframe é um supercomputador de alto processamento capaz de executar vários sistemas operacionais simultaneamente, trabalhando com um grande número de máquinas virtuais.

Além disso, possui várias placas de circuitos, módulos de memória, diferentes processadores e interfaces para cada canal I/O (Input/Output, em português, Entrada/Saída). O principal objetivo do uso desses canais é a transferência de dados e o gerenciamento dos componentes do sistema.

Os engenheiros precisam configurar esses terminais conectados diretamente para satisfazer os requisitos específicos de um projeto, que são fundamentais para o funcionamento de um negócio.

Por isso, eles são utilizados para atividades como processamento de pedidos de clientes, transações financeiras, controle de inventário e produção, e armazenamento de informações de clientes.

Os mainframes funcionam há algum tempo por trás de vários serviços que usamos no dia a dia, como caixas eletrônicos e transações online.

Eles fazem isso da seguinte maneira: quando uma informação é requisitada, ela é enviada para o mainframe.

A CPU principal envia esse requerimento para os módulos I/O adicionais adequados, que processam rapidamente a informação de saída. Por fim, a saída é transferida novamente para a fonte que fez o pedido.

Para entender melhor na prática, vamos pensar no exemplo de uma comissária de bordo que está procurando a reserva de uma passagem.

Essa informação vai ser enviada para o mainframe, que irá processá-la em um módulo I/O específico que processa informações de passageiros.

Dessa forma, a atendente irá receber instantaneamente as informações da reserva de voo do passageiro em seu monitor.

Sabendo como funciona o mainframe, pode surgir uma dúvida. Afinal, o que o diferencia de um servidor? Continue lendo para descobrir!

O que diferencia um servidor de um Mainframe?

O principal tipo de servidor presente nos data centers hoje em dia são os convencionais, relativamente baratos, baseados em x86 e chamados de computadores de commodities, porque utilizam hardware de baixo custo para obter mais poder de computação.

Existem cinco principais diferenças entre esse servidor convencional e o mainframe.

A primeira é que o mainframe lida com muito mais dados. Um servidor tradicional pode fazer milhões de transações por dia, dependendo de suas configurações. Entretanto, o mainframe tem muito mais poder de processamento, e é capaz de processar bilhões de dados diariamente.

O mainframe também pode executar softwares desenvolvidos especificamente para eles, em linguagens de programação como o COBOL.  Eles também rodam os mesmos aplicativos que um servidor comum, e utilizam tanto sistemas operacionais próprios (como o z/OS) quanto um sistema operacional tradicional (como Linux).

Isso é muito bom, já que além de sua própria carga de trabalho, você pode transferir atividades de um servidor convencional para o mainframe.

Os mainframes também se destacam porque podemos encontrá-los sendo usados ​​em situações que os servidores comuns simplesmente não conseguem lidar. Ele pode ser utilizado para processar informações de milhões de usuários obtidas por meio da internet das coisas, por exemplo.

A capacidade dos mainframes de suportar grandes volumes de transações, sua alta confiabilidade e suporte para diversos tipos de cargas de trabalho os tornam essenciais para uma variedade de setores.

As empresas podem estar usando servidores convencionais, mas os mainframes realizam certas atividades que outros servidores não têm capacidade de processamento suficiente para executar, preenchendo uma lacuna.

Por fim, os mainframes também são mais caros. Porém, isso não quer dizer que eles sejam mais custosos a longo prazo. Você obterá muito mais poder de computação com um mainframe do que com um servidor comum. Quando usados ​​de maneira adequada, eles podem oferecer economias de custo significativas.

Dica de Ouro!

Graças às características de programação moderna e volátil, o Python se tornou a linguagem queridinha dos cientistas de dados. Como a área trabalha com grandes volumes de dados, o famoso Big Data, a principal função da linguagem é ajudar a transformar dados em informações úteis para empresas e negócios.

E foi pensando nisso que desenvolvemos o curso Python Intermediário para Análise de Dados. Nele, você aprenderá, na prática, como utilizar as principais ferramentas do Python, como Numpy, Matplotlib e programação funcional. Com ele, você poderá aprimorar suas habilidades de programação e se tornar o profissional que o mercado procura!

Clique na imagem abaixo e tenha acesso a maiores informações sobre o curso!

Clique aqui e acesse nosso curso!

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Fundamentos Essenciais para Python, Se inscreva!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso Gratuito] Fundamentos Essenciais Para Python

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.