CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é pensamento crítico?
Para que serve o Pensamento Crítico?
Quais são as habilidades relacionadas ao Pensamento Crítico?
7 fatores-chave do Pensamento Crítico

O que é Pensamento Crítico, para que serve e como desenvolvê-lo?

Para ser um líder o Pensamento Crítico é essencial. Aprenda a desenvolvê-lo e seja um fator de mudança em sua organização.

Pâmela Souza
Por: Pâmela Souza
O que é Pensamento Crítico, para que serve e como desenvolvê-lo?

Uma habilidade fundamental em tempos de fake news é o pensamento crítico. Ao desenvolvê-lo conseguimos analisar uma situação, informações recebidas pelo meio digital e os nossos próprios pensamentos de forma assertiva em nosso dia a dia.

Muita das vezes temos a tendência de achar que estamos analisando alguma situação de forma crítica, porém estamos apenas utilizando de raciocínios intuitivos que, em algumas situações, nos levam a fazer julgamentos mal fundamentados.

Nesse artigo vamos aprender sobre os seguintes temas:

  • O que é pensamento crítico?
  • Para que serve o pensamento crítico?
  • Quais são as habilidades relacionadas ao pensamento crítico?
  • 7 fatores-chave do pensamento crítico
  • Como desenvolver o pensamento crítico?

Vamos lá?

O que é pensamento crítico?

Pensamento crítico, ao contrário do que algumas pessoas pensam, é uma forma de julgamento reflexivo que emprega critérios intelectuais como clareza, credibilidade, precisão, relevância, profundidade e significância.

Essa habilidade envolve uma observação, seguida por um julgamento baseado em referências, motivos e argumentos.

O pensamento crítico é formado por um relevantes para que uma pessoa possa ter sucesso em sua vida pessoal e profissional através de crenças formadas por observações fundamentadas.

Diferente do nosso pensamento automático, que visa gastar a menor quantidade de energia, o pensamento crítico deixa de lado as nossas crenças e valores e nos leva a analisar os fatos e não interpretá-los. Por ser uma habilidade cognitiva ele pode e precisa ser exercitado.

No meio acadêmico o pensamento crítico é entendido como uma ferramenta capaz de possibilitar a autonomia dos estudantes.

Segundo Francis Bacon, político, filósofo e cientista, pensamento crítico é:

" ter o desejo de buscar, a paciência para duvidar, o empenho para meditar, a lentidão para afirmar, a disposição para considerar, o cuidado para ordenar e o ódio por qualquer tipo de impostura."

O pensamento crítico é composto por dois pilares, sendo eles:

  • Competências cognitivas: um conjunto de habilidades cognitivas que nos permitem formular, justificar e avaliar de forma apropriada argumentos e atitudes de forma empática.
  • Espírito crítico: é a disposição que temos de aplicar o pensamento crítico sempre que necessário. Através dessa disposição avaliamos ideias e ações, mesmo que estes sejam contrários à nossas crenças.

Assim, após uma observação o indivíduo se questiona (pela sua capacidade cognitiva) e julga (aplicando o espírito crítico) a situação para então responder aos estímulos recebidos.

O pensamento crítico tem compromisso com a verdade, por isso é importante não aceitar uma informação de forma imediata. É preciso avaliar as fontes, diferenciar o que é fato e o que é opinião.

Para criticar uma informação é necessário saber que ela é uma argumentação composta por várias premissas que levam a uma conclusão.

Mas, para que serve tudo isso?

Para que serve o Pensamento Crítico?

O pensamento crítico, capazes de tomar decisões mais assertivas a partir de argumentos sólidos.

Ao praticar o pensamento crítico nos tornamos pessoas mais receptivas e flexíveis.

Essa habilidade é importante em todas as áreas pois as pessoas se tornam autoconfiantes, proativas e criativas, o que favorece a inovação.

O pensamento crítico também nos auxilia a deixar o comodismo de lado e nos ajuda a sermos indivíduos mais adaptáveis.

Quando nos utilizamos dele evitamos generalizações e passamos a tomar decisões mais assertivas, evitando retrabalhos, desperdício de tempo e de energia.

Em ambientes organizacionais nos quais a otimização e a redução de desperdíciossão cada vez mais valorizados, aprimorar essa habilidade é essencial para a sua carreira.

O sistema Lean, cada vez mais utilizado nas organizações propõe uma cultura enxuta e flexível que procura reduzir os desperdícios, sejam eles de tempo, material ou mão de obra. Para isso são necessários colaboradores que possuam pensamento crítico para a tomada de decisões assertivas.

Quais são as habilidades relacionadas ao Pensamento Crítico?

Já sabemos que o pensamento crítico é formado por habilidades cognitivas. Agora vamos entender quais são essas habilidades para que possamos pensar criticamente.

  • Observação: o ato de observar está relacionado com a coleta de informações de modo que você possa avaliá-las, não se valendo dos seus conceitos, ou seja, sem julgamentos.
  • Foco: desenvolver o foco é uma ótima habilidade para conseguirmos dominar a nossa mente e os nossos pensamentos. Com ele conseguimos nos concentrar, impedindo que os estímulos externos nos distraiam.
  • Raciocínio bem estruturado: Construir um raciocínio lógico aumenta a nossa capacidade de solucionar problemas, auxilia na elaboração de estratégias e nos ajuda na hora de uma argumentação. Essa é uma habilidade muito valorizada, tanto na vida profissional quanto na pessoal.
  • Curiosidade: quando desenvolvemos a curiosidade conseguimos criar novas alternativas. O anseio por conhecimento mantém o nosso cérebro ativo.
  • Empatia: é a habilidade de "sentir com os outros". Quando desenvolvemos a empatiamelhoramos o nosso relacionamento com o outro, estando aberto ao diálogo.
  • Autoconhecimento: o autoconhecimentoé uma habilidade que essencial para entendermos as nossas emoções e assim gerenciá-las, impedido que elas atrapalhem a nossa avaliação crítica e imparcial de uma situação.
  • Habilidade analítica: é a capacidade de pensar e explicar situações por meio da decomposição das partes que a compõem, dividindo o problema, tornando-o mais simples e de fácil explicação e compreensão.
  • Criatividade: a criatividade é a principal soft skill requisitada pelas empresas. Abordar problemas de maneira criativa e elaborar novas ideias é essencial para o mercado de trabalho.
  • Autonomia: é a habilidade de gerir e tomar a suas próprias atitudes, assumindo a responsabilidade sobre elas.
  • Discernimento: é a capacidade de compreender as situações, diferenciando o certo do errado, utilizando de bom senso e clareza.

Na imagem a seguir podemos observar as capacidades de uma pessoa que desenvolve o pensamento crítico.

Capacidades de uma pessoa com pensamento crítico

7 fatores-chave do Pensamento Crítico

Segundo os doutores Richard Paul e Linda Elder, pesquisadores da The Critical Thinking organization, existem sete fatores que devem ser aplicados quando vamos praticar o pensamento crítico, sendo eles:

1. Clareza

Para que um argumento seja avaliado é necessário que ele seja claro, para que contra-argumentos sejam levantados e possíveis ideias possam ser formuladas.

2. Veracidade

Apesar dos argumentos serem claros muitas vezes eles não são exatos. Como já dissemos o pensamento crítico tem compromisso com a verdade, assim é preciso verificar as fontes das quais as informações vieram para se certificar que a informação é confiável.

3. Precisão

É preciso ter exatidão sobre as informações, tendo certeza dos dados.

4. Pertinência

Apesar de uma proposição ser clara, verdadeira e precisa, ela pode não ser pertinente, ou seja, não ter vínculo com o assunto em questão.

5. Profundidade

Uma proposição não pode ser superficial, ela precisa de argumentos que a sustentem, que levem o interlocutor a entender a complexidade do assunto.

6. Amplitude

A amplitude está relacionada com as demais perspectivas que um assunto pode ter. Ela auxilia no tratamento de problemas, de modo que podemos ter outros pontos de vista para analisá-lo.

7. Lógica

A lógica está relacionada com a concordância entre os pensamentos. Se estes se apoiam podemos dizer que a proposição é lógica, mas se eles forem contraditórios então dizemos que a sua combinação não é lógica.


Para ficar mais claro como que os 7 fatores se complementam veja a imagem abaixo:

7 fatores-chave do pensamento crítico

E o seu Pensamento Crítico?

Você sabia que uma das habilidades mais requisitadas pelo mercado de trabalho é saber tomar decisões? Porém, para realizar uma decisão assertiva é preciso desenvolver o seu pensamento crítico e a eficácia de suas análises.

Com isso, você conseguirá se transformar em um profissional mais consistente e racional nas suas medidas.

Ao baixar esse material, você terá noção do seu nível de pensamento crítico e o quanto precisará desenvolver essa habilidade super importante. Além disso, poderá ter um maior auto conhecimento que te ajudará na sua jornada profissional!

Bora começar? Faça nosso teste e descubra agora qual o seu grau de pensamento crítico!

Qual seu nível de pensamento crítico?

Pâmela Souza

Pâmela Souza

Grad. em Engenharia Civil pela Universidade federal de Juiz de Fora. Participou de iniciação científica nas áreas de ambiente construído e transportes. Atua como voluntária no projeto de treinamento profissional no Núcleo de Estudos e Projetos em Educação e Tecnologia. Possui certificação em Inteligência Emocional, Formação Yellow Belt em Lean Seis Sigma, Fundamentos de Growth Hacking, Agile Scrum Foundation EXIN, Produção de Conteúdo Web, Marketing de Conteúdo e Copywriting. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Ebook - A importância da inteligência emocional! Baixe agora!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

A Importancia Da Inteligencia Emocional

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.