CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que são os Princípios de Fayol?
Quem foi Henri Fayol?
Os 14 Princípios de Fayol
Como usar os Princípios de Fayol para liderar empresas?
Aprenda o necessário para seguir os princípios de Fayol!

Os 14 princípios fundamentais de Fayol para o sucesso das empresas!

Entenda quais são os 14 princípios de Fayol para aplicar na sua empresa, para que ela tenha resultados consistentes a partir de equipes unidas e produtivas.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Os 14 princípios fundamentais de Fayol para o sucesso das empresas!

Os princípios de Fayol foram desenvolvidos pelo engenheiro Henri Fayol no início do século XX, com o objetivo de melhorar a eficiência e a produtividade das organizações por meio da sua correta estruturação e desenvolvimento.

Apesar de óbvias na atualidade, suas ideias inovaram o mercado corporativo, justamente pela organização dos processos em conjunto a colaboração interna, incorporando a importância de se ter responsabilidade e disciplina entre todos os colaboradores.

Estes princípios foram a base para a formulação da “teoria clássica da administração”, que é um dos modelos administrativos mais incorporados nas organizações atuais.

Os princípios possuem ênfase na melhoria da produtividade e busca pela máxima eficiência organizacional.

Se você deseja aprender tudo sobre os princípios de Fayol, confira todos os tópicos que iremos abordar neste texto:

●     O que são os Princípios de Fayol?

●     Quem foi Henri Fayol?

●     Quais são os Princípios de Fayol?

●     Como usar os Princípios de Fayol para liderar empresas?

O que são os Princípios de Fayol?

São princípios para ser adotado dentro de uma empresa para auxiliar as organizações em eficiência por meio de uma boa administração, a qual é composta por gestores capacitados para tomar as melhores decisões em prol da empresa.

Fayol foi uma das primeiras pessoas a abordar sobre a importância de uma boa gestão e administração de uma empresa.

Antes, acreditava-se que os bons líderes já nasciam com aquele “dom”, e que isso seria suficiente para que a organização prosperasse.

Entretanto, em seus estudos sobre gestão empresarial, Fayol mostrou o quanto é essencial que uma empresa possua bons gestores, de nada adiantando ter apenas diversos profissionais com conhecimentos técnicos sem a correta administração.

Quem foi Henri Fayol?

Henri Fayol

Jules Henri Fayol nasceu em 1841 em Istambul, no antigo Império Otomano, e foi um engenheiro, empresário e escritor, com formação na França.

Fayol estudou principalmente sobre gestão empresarial e administração, sendo um dos responsáveis por trazer à tona a importância destes dois tópicos nas empresas.

Antes acreditava-se que apenas uma boa liderança seria suficiente para o seu sucesso.

Graças aos seus estudos e experiências dentro de diversos ambientes, nos quais compartilhava seus discursos e ideias sobre administração, ele desenvolveu a Teoria Administrativa, parte da Teoria Clássica da Administração.

Mais tarde ele ficou também conhecido como o pai da Escola Clássica de Administração.

Os 14 Princípios de Fayol

Fayol explicou em sua obra quais eram os principais objetivos da administração de empresas, elencando 14 princípios fundamentais para que qualquer organização funcionasse da melhor maneira.

Confira estes princípios no vídeo a seguir:

1. Divisão do trabalho

Segundo Fayol, é necessário que cada colaborador saiba qual a sua função dentro da empresa. E que as funções não se misturem, a sobrecarga e designação de múltiplas funções resulta em perda de eficácia.

Assim, ao se concentrar em uma função específica, ele irá se dedicar e estudar mais para ser cada vez melhor em sua função, aumentando a eficiência, produtividade e gestão de toda a organização.

2. Autoridade e responsabilidade

O gestor de uma empresa deve ter autoridade sobre a sua equipe. Mas lembre-se esse poder dado deve ser entregue com cautela, pois isso afetará diversas pessoas que estão sob seu comando.

Portanto, é necessário que essa autoridade tenha habilidade para ser um líder e possua conhecimentos para o mesmo. Afinal essa liderança deve ser imposta de maneira assertiva e equilibrada aos seus colaboradores, a fim de aproveitar melhor o talento de cada um dentro da empresa.

3. Disciplina

A disciplina é fundamental para estabelecer as regras e normas que os colaboradores devem saber sobre como se portar dentro da organização, sendo fundamental para a manutenção da hierarquia e respeito entre todos.

Se qualquer colaborador, independente de sua posição, não é capaz de respeitar a empresa conforme as orientações, isso apenas causará caos e afetará o ambiente interno.

4. Unidade de comando

Segundo Fayol, cada colaborador da empresa deve responder apenas a um superior “responsável” pela tomada de decisão.

Isso vai trazer mais clareza aos direcionamentos transmitidos e evita que sejam passadas informações incorretas sobre algum assunto.

5. Unidade de direção

Na unidade de direção, as atividades da empresa que forem da mesma “área” ou que possuam o mesmo objetivo final devem ser lideradas por apenas uma pessoa.

Esta vai definir um plano de ação para direcionar os colaboradores, segundo o planejamento estratégico da organização.

6. Subordinação

A subordinação leva em conta a premissa de que os interesses da empresa sejam sobrepostos aos interesses gerais de qualquer gestor ou colaborador. Assim, existe um foco entre todos sobre o objetivo de cada equipe para alcançar o benefício dos resultados finais.

Dessa maneira, as regras organizacionais são mantidas e evita-se a insatisfação da equipe.

7. Remuneração

A remuneração está relacionada com as recompensas oferecidas aos colaboradores como forma de agradecimento e incentivo pelos seus esforços e produtividade.

Elas vão além dos salários e podem envolver prêmios, bonificações e participação nos lucros, por exemplo. Um colaborador satisfeito terá melhores desempenhos e não se sentirá propenso a sair da empresa, causando um desfoque no time.

8. Centralização

Tem como objetivo concentrar alguma atividade, função ou autoridade nas mãos de um líder mais capacitado, o qual tem liberdade para dividir essa atividade em subgrupos.

Estes subgrupos serão distribuídos entre os demais colaboradores, segundo suas funções na empresa.

9. Hierarquia

A hierarquia é um dos princípios mais defendidos por Fayol, o qual afirma ser necessário haver um cargo (ou autoridade) de liderança máxima dentro de uma empresa, que é subdividido entre os demais subordinados.

10. Ordem

A ordem tem como principal objetivo evitar desperdícios dentro de uma organização.

Neste princípio, cada objeto e cada pessoa tem o seu lugar na estrutura organizacional, com uma boa divisão do trabalho, o que ajuda a manter o equilíbrio e o bom funcionamento da empresa.

11. Equidade

Segundo Fayol, os líderes de uma organização devem ser justos e inspiradores, transmitindo um senso de pertencimento e orgulho ao colaborador para que ele, em outras palavras, “vista a camisa” da empresa.

12. Estabilidade do pessoal

É ruim para uma empresa quando um de seus cargos é ocupado por diversas pessoas em pouco tempo.

Por isso, a estabilidade do pessoal prevê que os colaboradores de uma organização sejam mantidos nela por mais tempo.

13. Iniciativa

A iniciativa leva em conta que os colaboradores, gestores e unidades tenham liberdade para a tomada de decisões ou para a execução de determinadas atividades, desde que estejam de acordo com os objetivos da organização.

14. Espírito de Equipe

É um dos principais princípios, sendo responsável por transmitir força e senso de pertencimento aos colaboradores dentro de uma empresa, os quais sabem que, juntos, levarão a organização a ter os melhores resultados possíveis.

Portanto, valorize a integração de todos os colaboradores com a cultura da empresa e na sua própria área.

Como usar os Princípios de Fayol para liderar empresas?

As ideias de Fayol são utilizadas até o dia de hoje pelas empresas para auxiliar os seus gestores a liderá-la e a saber como liderar os colaboradores da melhor maneira.

Dessa forma, para que os 14 princípios de Fayol sejam cumpridos dentro de uma organização, é necessário que quatro fundamentos da administração sejam realizados:

Planejamento, realizar uma programação para cada etapa de um procedimento sempre facilita a compreensão e desenvolvimento de um projeto, mesmo se seja necessário realizar modificações no caminho;

● Organização, consequentemente para se planejar precisa-se organizar, no momento que não apenas o consciente, mas também, o ambiente de trabalho esteja organizado se obtêm clareza dos processos para todos os colaboradores;

● Controle, isto é alguém que possua capacidade de gerenciar as mais diversas situações e pensar nas possibilidades para um encaminhamento mais eficaz;

● Coordenação, diante de tantas tarefas e de tantos colaboradores envolvidos é necessária uma ótima coordenação para administrar todos os processos;

● Comando, apesar de sempre necessitar de empatia, este enfatiza a necessidade de um líder, que precisa saber comandar o time para seu melhor potencial.


Com o equilíbrio correto entre estes cinco tópicos em uma gestão, é possível que o gestor seja um verdadeiro exemplo de líder, aumentando as chances de levar a sua empresa ao seu máximo potencial e evitando atitudes ruins dentro da liderança.

Aprenda o necessário para seguir os princípios de Fayol!

Confira o eBook Scrum para Gestão ágil de Projetos e se especialize ainda mais na área!

Você vai conhecer todos os eventos, artefatos, papéis desempenhados e as barreiras encontradas na implementação da Metodologia Scrum, utilizada como forma de gerenciamento de projetos em 58% das maiores referências ágeis do mundo todo.

Metodologia Ágil vem sendo cada vez mais essencial para o mercado de trabalho, já que devemos estar preparados para nos adaptar às mudanças de forma rápida, sem desperdiçar tempo e agregando o maior valor possível ao cliente.

Não perca tempo! Baixe o seu agora!

Ebook Scrum para Gestão ágil de Projetos , baixe agora!

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Clique aqui e saiba mais!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso Gratuito] Treinamento De White Belt Em Lean Seis Sigma

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.