ANIVERSÁRIO VOITTO

A MAIOR OFERTA DO ANO! TODO SITE COM ATÉ50% OFF

O que é um processador ARM?
O que dizem os vazamentos do novo MacBook Pro?

Veja tudo o que se sabe sobre o novo modelo do MacBook Pro da Apple

Entenda o que é um processador ARM e como a nova geração de computadores MacBook Pro pode ter seu consumo energético alterado.

Gregory Thainã
Por: Gregory Thainã
Veja tudo o que se sabe sobre o novo modelo do MacBook Pro da Apple

Os novos modelos de MacBook Pro da Apple utilizam a arquitetura de processador ARM, que oferece uma série de benefícios em termos de energia consumida por eletrônicos.

Entretanto, o novo modelo do processador que será usado na próxima geração do MacBook Pro pode fazer esse consumo aumentar em prol de um maior desempenho.

Alguns vazamentos que surgiram ao longo dos últimos dias informam um pouco sobre o potencial consumo dos novos notebooks da gigante do Vale do Silício e também de algumas funcionalidades dos dispositivos.

Para conversarmos melhor sobre os vazamentos do novo MacBook Pro, vamos abordar os seguintes pontos:

  • O que é um processador ARM?
  • O que dizem os vazamentos do novo MacBook Pro?

O que é um processador ARM?

De maneira muito simplificada, um processador ARM (Advanced RISC Machine) é um processador mais eficiente que um processador normal por conta da simplicidade das informações que ele processa.

Isso ocorre graças ao RISC (Reduced Instruction Set Computer), que em tradução livre significa conjunto reduzido de instruções computacionais. Ou seja, o RISC é a otimização das etapas de processamento para deixá-lo mais simples.

Os processadores convencionais (também chamados de x86) de computadores e notebooks utilizam a arquitetura CISC (Complex Instruction Set Computer), que processa informações a partir de instruções mais complexas.

É importante salientar que não há uma arquitetura melhor ou pior, elas são destinadas para funcionalidades diferentes.

Enquanto processadores baseados na arquitetura CISC são usados em computadores, os processadores ARM são muito utilizados em dispositivos portáteis, como smartphones, por exemplo.

Por contarem com uma arquitetura mais simples, os processadores ARM também consomem menos energia elétrica e esquentam menos que processadores tradicionais, o que pode aumentar a vida útil do aparelho em que o processador está inserido.

Mas aparentemente a Apple quer se libertar de vez dos processadores da Intel e está produzindo uma linha de MacBook Pro baseada inteiramente em processadores ARM e é exatamente sobre isso que falaremos no próximo tópico.

O que dizem os vazamentos do novo MacBook Pro?

Segundo vazamentos de informações sobre o novo MacBook Pro que vêm sendo veiculados na mídia nos últimos dias, a Apple planeja lançar ao mercado modelos de 14 e 16 polegadas do seu principal notebook.

Além disso, os rumores ainda indicam que os computadores terão bordas planas, apresentarão displays mini-LED, leitor de cartão SD e entrada HDMI.

Com relação ao processador, ainda não há informações técnicas sobre ele, nem mesmo sobre o seu nome.

Muitos esperam que o nome do próximo processador ARM dos notebooks da Apple seja o M2, já que o que está sendo utilizado atualmente é o M1.

Mas ao que tudo indica ele vai se chamar M1X, mostrando que é uma clara evolução do M1 e possivelmente apresentará mais núcleos de CPU e GPU e suporte para quatro portas Thunderbolt.

Com esses “upgrades”, o processador M1X certamente será mais poderoso que seu irmão mais novo, mas ele provavelmente vai consumir mais energia também.

De acordo com a AppleTrack, site que reporta rumores tecnológicos, o novo modelo do MacBook Pro também contará com uma webcam com resolução de 1080p e seu lançamento está previsto para outubro ou começo de novembro de 2021.

Gregory Thainã

Gregory Thainã

Grad. em Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Santa Maria. Participou do Movimento Empresa Júnior atuando em consultorias, gerenciamento de equipes e no setor de marketing pela ITEP Jr. Bolsista de iniciação científica na área de eficiência energética. Possui formação em Excel avançado, Gerenciamento de Projetos, Fundamentos de Scrum, Produção de conteúdo, Marketing de conteúdo, Copywriting e Revisão de conteúdo. Especialista na produção de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Fundamentos Essenciais para Python, Se inscreva!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso Gratuito] Fundamentos Essenciais Para Python

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.