CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é HTML5?
Para que serve o HTML5?
Vantagens do HTML5.
Diferenças entre HTML e HTML5
Como aprender HTML5?

Descubra o que é o HTML5 e quais as vantagens em utilizá-lo!

O HTML é a linguagem de marcação utilizada para criar páginas web. Entenda como o HTML5 veio para aprimorar esse desenvolvimento e as vantagens em utilizá-lo.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Descubra o que é o HTML5 e quais as vantagens em utilizá-lo!

O HTML - Linguagem de Marcação de Hipertexto, é uma linguagem de criação de páginas e aplicações para World Wide Web. O HTML5 é uma atualização dessa linguagem principal, o número na frente da sigla indica qual é a nova versão, nesse caso, a 5.

A criação de novas atualizações, permite que os desenvolvedores aprimorem suas páginas e levem uma experiência de usuário mais rica e assertiva aos usuários de suas páginas.

Essa nova atualização aborda funcionalidades novas e mais acessibilidade, além de corrigir antigos problemas relacionados à semântica. Dessa maneira, gerará suporte para as novas tecnologias do mercado.

Quer descobrir mais sobre o HTML5? Continue lendo esse artigo que será desenvolvido nos seguintes tópicos:

  • O que é HTML5? 
  • Para que serve o HTML5?
  • Vantagens do HTML5.
  • Diferenças entre HTML e HTML5
  • Como aprender HTML5?

Vamos à leitura?

O que é HTML5? 

HTML - Hypertext Markup Language, ou em português, Linguagem de Marcação de Hipertexto, é uma linguagem utilizada para criação e desenvolvimento de plataformas web.

De uma forma básica, o HTML padrão, serve como um modelo para conteúdos simples e garante a visualização do conteúdo por quase todos os navegadores do mercado.

O HTML5, é uma nova proposta do HTML, com novas funcionalidades e suportes para novos recursos, que antes necessitavam do uso de outras tecnologias para funcionarem.

Outro fator importante para a criação dessa nova atualização, é fazer com que dispositivos de baixa potência, como celulares e tablets, funcionem corretamente.

Dica: Cuidado para não confundir linguagem de programação com linguagem de marcação, o HTML5 não é considerada uma linguagem de programação.

Para que serve o HTML5?

Como dito anteriormente, o HTML5 é uma linguagem de marcação que serve para desenvolvimento de sites e aplicações web. Essa versão, será a última do HTML e com ela, diversas funcionalidades foram desenvolvidas e aprimoradas.

Essa linguagem de marcação faz uso de tags para manter os códigos organizados e estruturados. E por meio das tags e atributos, é possível “dizer” ao navegador o que deve ser apresentado na tela para o usuário.

Estrutura de um código em HTML5

O HTML/HTML5, como qualquer outra linguagem, precisa de uma estrutura base para funcionar da maneira correta, confira:

  • Doctype:  é a primeira tag utilizada dentro de um arquivo do tipo html, serve para “avisar” aos navegadores que aquele documento foi desenvolvido em HTML.

É representado da seguinte maneira:

<!DOCTYPE HTML>

  • Elemento HTML: Após o doctype, é necessário abrir a tag chamada HTML, que será a base do seu código. Ela deve ser escrita seguida do atributo lang juntamente com o idioma da página. Veja:

<html lang = “pt-br”>

Isso indica que o idioma daquela página será Português do Brasil.

  • Head: Funciona como a primeira parte do código, nessa tag, você deve inserir dados que serão relevantes para sua página e para os navegadores; 
  • Body: Essa tag funciona como o corpo da página, nela você irá inserir todo código restante, todos os dados e como você deseja que sua página seja.

Vantagens do HTML5.

Veja algumas das principais vantagens em utilizar o HTML5:

Para desenvolvedores

Como as atualizações de qualquer sistema, o HTML5 também visa melhorar e garantir que os desenvolvedores possuirão novas funcionalidades e flexibilidade ao desenvolver novos sites.

Manipulação de erros

Grande parte dos navegadores possuem suporte para analisar códigos HTML tanto na forma sintática quanto estrutural, a grande questão é que não havia até alguns anos atrás, formas padronizadas de realizar essas análises.

Dessa forma, programadores especializados em desenvolvimento de navegadores, precisavam realizar um número relativamente relevante de testes para garantir que os processos de manipulação de erros sejam resolvidos.

O HTML5 possui uma forma de manipulação consistente, realizando uma transformação no que diz a respeito de erros persistentes.

Suporte para recursos de aplicativos web

Durante a criação do HTML5, uma preocupação pertinente era garantir que os navegadores pudessem funcionar como plataformas de aplicativos, por isso, essa atualização oferece aos programadores um controle maior sobre o desempenho de suas páginas.

Antigamente, era muito comum que os desenvolvedores recorressem a alternativas diferentes para garantir essas funcionalidades. Já nos dias atuais, isso não se torna necessário, já que o HTML5 oferece todas as funcionalidades necessárias para esse fim.

Boa navegação móvel

Na década atual, o número de pessoas que possuem smartphones mais tecnológicos cresceu exponencialmente e por isso, o HTML precisa ser melhorado para garantir boa experiência para esses usuários.

Isso porque, essa parcela da população também deve ser capaz de conseguir acessar páginas de qualquer dispositivo e os sites precisam possuir responsividade.

Elemento Canvas

Esse elemento, permite que os desenvolvedores desenhem componentes gráficos na página, como por exemplo: círculos, textos, imagens e etc.

Dessa maneira, o uso do Flash acabou se tornando obsoleto, isso porque, com o uso da nova versão do html, se tornou possível executar esses desenhos via scripts, como por exemplo, JavaScript.

Elemento Menu

Esse elemento foi adicionado recentemente e com ele, é possível criar menus interativos, porém ainda não é muito difundido entre os desenvolvedores.

Atributos de dados que podem ser personalizados 

Essa funcionalidade já estava disponível em outras versões do HTML, porém, era muito arriscado utilizá-las, isso porque, poderiam se tornar documentos incorretos e até mesmo inválidos.

O atributo que acabou com esse problema foi o data-*, que pode ser utilizado de várias formas, mas a principal função é o armazenamento de dados extras sobre vários elementos.

Armazenamento local 

Como uma forma de armazenamento, o HTML versão 5 utiliza duas formas: web storage ou armazenamento local. Em outras versões, qualquer armazenamento necessário deveria ser realizado através do uso de cookies.

Porém, o uso de cookies traz várias desvantagens para usuários, como: podem ser expirados, restringem o uso de dados com maior complexidade além de deixarem o servidor internet muito mais lento.

Já com o web storage, os dados podem ser armazenados na máquina de forma permanente, sendo que a exclusão por parte dos usuários é a única forma de eliminá-los.  Além de possuir uma capacidade maior de armazenamento.

Para os usuários

Algumas mudanças também aconteceram para os usuários finais dessas páginas web, confira algumas:

  • Reduz a quantidade de travamento em dispositivos mobile; 
  • Possui mais segurança em dispositivos mobile, dessa forma, o usuário final pode utilizar os sites responsivos ao invés de realizar download do aplicativo;
  • Não é necessária a utilização do Adobe Flash, pois é possível que os usuários tenham uma boa experiência com uso de JavaScript e MPEG4;
  • Suporta elementos nativos de áudio e vídeo, sem necessidade da instalação de plugins. 

Fique atento!

A Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor e sua empresa ainda não se adequou? Não sabe por onde começar?Respire fundo porque a Voitto tem a solução para você!

Esse é o nosso Kit LGPD, um material COMPLETO e GRATUITO. Nele contém um eBook com todas as informações mais relevantes sobre a nova lei e um Checklist com um passo a passo PRÁTICO para você se adequar.

Não perca tempo! Acesse nosso materiale fique por dentro de tudo sobre a LGPD agora!

Guia Completo do LGPD, baixe agora!

Diferenças entre HTML e HTML5

Como dito anteriormente, as duas linguagens são utilizadas para criação de páginas web, sendo o HTML5 a versão mais recente do HTML.

Dentre as principais diferenças, estão a inserção de novas funcionalidades, confira um comparativo entre as duas:

HTML

  • Para inserção de áudios e vídeos são necessárias outras ferramentas, já que não existe suporte nativo;
  • O suporte para vetores gráficos só ocorre se eles forem utilizados com várias tecnologias como Silverlight, VML ou Flash, por exemplo;
  • MathML e SVG podem ser utilizados na codificação, desde que sejam embutidos em partes com uso restrito; 
  • O HTML, não permite que formas geométricas simples sejam desenhadas pelos usuários, como círculos e triângulos; 
  • Os dados são armazenados de maneira temporária pelos navegadores;
  • As interfaces do navegador e o JS (javaScript) executam durante o mesmo processo; 
  • Seus caracteres seguem o padrão ASCII;
  • Possui suporte para vários navegadores web; 
  • Sua base foi desenvolvida de acordo com a Standard Generalized Markup Language (SGML).

HTML5

  • Possui suporte nativo para inserção de áudio de vídeo;
  • Elementos gráficos e vetoriais são suportados, como por exemplo: Canvas e SVG;
  • MathML e SVG podem ser utilizados de forma embutida no texto;
  • É possível que os usuários desenhem formas geométricas simples;
  • Como o HTML5 utiliza de banco de dados Web, o armazenamento dos dados pode ser feito de três formas: web, local e cache para armazenamento temporário;
  • JavaScript e Interface do navegador são executados em processos distintos;
  • Sua codificação de caracteres ocorre de maneira curta, utilizando o padrão UTF-8;
  • O suporte se torna restrito devido às novas funcionalidades, dessa maneira, sua execução só ocorre em navegadores mais atuais;
  • Sua compatibilidade foi aprimorada, devido às novas regras de análise.

Além dessas funcionalidades citadas, existem outros recursos que foram inseridos e outros que foram retirados de utilização. Confira:

Elementos removidos do HTML

Algumas tags e elementos foram extinguidos nessa nova versão, veja exemplos:

  • isindex: utilizada dentro do head, essa tag é responsável por exibir pesquisas no documento atual;
  • font: é uma propriedade, utilizada para designar qual a fonte será utilizada na página;
  • center: utilizado para centralizar conteúdos ou blocos da página;
  • frame:  utilizado para inserir janelas dentro de painéis da página;

Elementos Inseridos

Dentre as novas funcionalidades, estão as tags:

  • video: utilizada para inserir arquivos de vídeo;
  • audio: utilizada para inserir arquivos de áudio;
  • header: no desenvolvimento da página, essa tag é utilizada para indicar ao navegador web onde se encontra o cabeçalho do site;
  • nav: essa funcionalidade, possibilita que vários links sejam agrupados, podendo ser de forma local ou global;
  • section: todo documento é dividido em seções e essa tag permite que a representação seja realizada de forma direta. 

Formas de controle

O html era muito restrito quanto às manipulação dos dados, com isso, o HTML5 trouxe novas formas de controlá-los:

  • range: utilizado para designar campos que precisam de entrada restrita, ou seja, uma variação de valores pré determinados; 
  • dates and times: apresenta as datas e horas de forma legível, pode ser utilizado para calendários e programação de eventos;
  • email: abre dispositivos de e-mails que estejam instalados no dispositivo;
  • number: os campos com essa tag, devem, necessariamente, conter números, podendo ter limites pré-estabelecidos;
  • tel: campo para indicar entrada de números de telefone;
  • color: essa propriedade é destinada a alterar a cor de um texto;
  • datalist: apresenta uma lista pré-definida pelo desenvolvedor, como opções em uma caixa de entrada;
  • search: esses elementos são usados para que os usuários possam consultar nas páginas.

Como aprender HTML5?

O primeiro passo para aprender o HTML5, é pesquisar em sites confiáveis a respeito dessa linguagem. Com a internet, tornou-se muito mais simples ter acesso às informações em tempo real, utilize isso a seu favor.

Invista em cursos que possuem um número maior de prática, dessa forma, o conteúdo teórico será melhor aproveitado.

Além disso, aposte em fazer uma lista com as tags mais utilizadas para o desenvolvimento de páginas padrão. Outro ponto importante a ser mencionado, é que existem exemplos de uso de componentes de forma gratuita na internet e pode ser de grande ajuda durante o desenvolvimento.

Dica!

Confira o eBook 9 estudos de casos com uso da tecnologia Blockchain e conheça mais sobre essa tecnologia!

A tecnologia blockchain revolucionou o conceito de segurança e compartilhamento de dados hoje, e tem sido um tópico cada vez mais falado nas empresas. Pensando nisso, juntamos aqui 9 Estudos de Caso com uso da tecnologia Blockchain, para você entender melhor como funciona e como aplicar no seu negócio.

Neste Ebook sobre os 9 estudos de casos com uso da tecnologia Blockchain, você conhecerá mais sobre como o Blockchain funciona em negócios do ramo de transporte, educação, finanças e muitas outras, mostrando os benefícios e projetos rodados em cada uma das 9 empresas.

Baixe agora e veja o poder de mudança desta tecnologia!

9 estudos de casos com uso da tecnologia Blockchain

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Primeiros passos com Python, baixe agora!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Primeiros Passos Com Python

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.