CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que são processos de desenvolvimento de software?
Quais são os principais processos de desenvolvimento de software?
Como realizar o gerenciamento do processo de desenvolvimento de software?

Confira o funcionamento por trás dos processos de desenvolvimento de software!

Saiba as principais etapas do processo, entenda quais os profissionais que trabalham nessa área e quais os desafios de gerenciar esse tipo de projeto.

Vitor Centurione
Por: Vitor Centurione
Confira o funcionamento por trás dos processos de desenvolvimento de software!

Com a chegada da Indústria 4.0, grandes mudanças tecnológicas vêm sendo empregadas nas empresas. Para que essas mudanças ocorram, existem processos de desenvolvimento de software para automatizar diversas funções.


Nesse cenário, não só grandes empresas, como pequenas e médias também, podem usufruir da tecnologia a fim de tornar seu negócio mais rentável e eficiente.


Neste artigo vamos explicar um pouco melhor sobre esse tema nos seguintes tópicos:

  • O que são processos de desenvolvimento de software?
  • Quais são os principais processos de desenvolvimento de software?
  • Como realizar o gerenciamento do processo de desenvolvimento de software?

Venha conferir!

O que são processos de desenvolvimento de software?

Assim como no desenvolvimento de qualquer produto, num software não é diferente. São necessárias várias etapas para concluir um processo de desenvolvimento de software.


Esses processos podem ser entendidos como o processo de produção de um programa de computador ou celular, por exemplo, em uma determinada linguagem de programação.


O desenvolvimento compreende várias etapas, não só técnicas, bem como relacionadas ao planejamento, cumprimento de metas e divisão de trabalho, uma vez que um produto de tal complexidade nunca será desenvolvido de forma singular.


Nesse cenário, um profissional bem capacitado e dominante não só dos conhecimentos técnicos, como também dos administrativos, possui extremo destaque.


Nos últimos anos a o crescimento da linguagem Python foi enorme. Grandes sites como GitHubStack Overflow e TIOBE mostram como a popularidade dessa linguagem aumentou, se tornando a segunda linguagem mais amada, segundo a pesquisa do Stack Overflow com milhares de desenvolvedores.

Além disso, o mercado de trabalho procura, cada vez mais, profissionais capacitados que sabem como utilizar o máximo da linguagem.

Foi pensando nisso que desenvolvemos o curso Fundamentos Essenciais para Python. Nele, você aprenderá os principais pilares da linguagem e da programação para que você se torne o profissional que o mercado procura e faça parte dessa comunidade de apaixonados pelo Python.

Tá esperando o que? Clique na imagem abaixo e garanta seu acesso GRATUITO ao curso Fundamentos Essenciais para Python!

Fundamentos essenciais para Python - Clique e aprenda agora mesmo!


A seguir apresentaremos quais são as principais etapas no processo de desenvolvimento de software. Confira!

Quais são os principais processos de desenvolvimento de software?

Apesar de cada empresa adotar um modelo de trabalho específico, ainda há passos comuns que muitas vezes são intrínsecos ao processo, independente da metodologia.

01 - Análise dos requisitos do sistema

Essa etapa é uma daquelas citadas anteriormente como intrínsecas ao processo, uma vez que é nela que se baseia todo o projeto. Nessa etapa são coletadas as dores do cliente e o escopo do que é pedido.

02 - Definição do projeto 

Nessa etapa, o escopo desenvolvido já baseado nas dores do cliente, ganha forma. Será definida também a estrutura do software e todas as funcionalidades que serão necessárias para que as demandas do cliente sejam atendidas.


É nesse momento em que são decididas as tecnologias que serão utilizadas e quais linguagens de programação serão empregadas para melhor aproveitamento de hardware.

03 - Implementação do software

Essa etapa compreende um maior período de tempo, já que nela é que o código será programado e testado. Esse processo de codificação consiste em passar todas as instruções na forma de comandos para a máquina e, gravá-las de modo mais simplificado possível, para assim evitar os chamados bugs.


Após o processo de codificação, os softwares passam por diversos tipos de testes em busca de erros, falhas ou inconsistências com as funcionalidades solicitadas pelo cliente.


Por fim, são feitos os ajustes finais de polimento de acordo com as vontades do cliente. Nessa parte, ocorre migração de dados de outros sistemas e é feita uma última análise de compatibilidade. Para alguns softwares pode ser necessário treinamento, então dedica-se esse momento para esse tipo de situação.


Essa etapa torna-se tão demorada pois cada ajuste solicitado exige que várias funcionalidades ligadas a ele sejam testadas novamente, causando retrabalho. É nesse momento em que o software é entregue ao cliente pronto para ser implantado no mercado.


Agora que você já sabe um pouco mais sobre as principais etapas de estruturação para desenvolvimento de um software, vamos conferir quais práticas devem sempre caminhar junto ao gestor desse tipo de projeto. Descubra logo abaixo!

Como realizar o gerenciamento do processo de desenvolvimento de software?

Para que um software se destaque e atinjam-se padrões de excelência, é necessária extrema atenção. Para isso, é fundamental o auxílio do gestor de projetos no processo, para assim nortear as operações de forma mais eficaz e ágil.


Tendo em vista o ponto anterior, seguem algumas dicas para auxiliar no gerenciamento desse processo tão complexo:

01 - Observe as tendências de mercado

Conhecer o mercado de software é algo difícil, porém acompanhá-lo é ainda mais.


Por se tratar de um mercado em constante mudança, o responsável pela gestão também deve atentar-se aos dados mais técnicos pelo menos de forma rasa. Assim não ocorrerão problemas relacionados a utilização de tecnologias ultrapassadas ou mesmo a contratação de um colaborador que não possui domínio das tecnologias mais recentes do mercado.

02 - Investir em qualificação

Como já foi dito anteriormente, esse mercado está em constante mudança e, muitas vezes, ela ocorre de forma mais rápida que em outras áreas da indústria. A solução então parte de investir em qualificação para seus colaboradores, assim você não terá problemas de alta rotatividade de funcionários, nem terá profissionais desatualizados nas suas linhas de código.


Seguindo esses passos, com certeza, sua equipe terá uma grande motivação para continuar desempenhando um bom trabalho e, além disso, trabalhará de forma muito mais fluida e ágil, trazendo assim muito mais resultado para sua empresa.

03 - Utilize metodologias ágeis

Como o trabalho no processo de desenvolvimento de software acaba sendo muito técnico e operacional, o colaborador deve perder o mínimo de tempo possível com reuniões para passar o maior tempo que puder com as mãos no código.


Desse modo, as metodologias ágeis, como o Scrum, são as queridinhas desse mercado. Outras metodologias, como DevOps e RAD também se destacam bastante e devem ser consideradas na decisão, basta observar qual melhor se adequa ao projeto.

04 - User Experience

No mercado de tecnologia, como a maioria dos produtos são voltados para interação direta com o usuário, o quão intuitiva uma aplicação é, é fator determinante se ela será um software de sucesso.


Sempre tente coordenar a equipe de modo a desenvolver algo único, fluido e que solucione o problema do usuário.

05 - Monitore o projeto de forma inteligente

Definir KPIs (Key Performance Indicators - Indicadores-chave de Desempenho) pode ser uma estratégia muito boa aliada às metodologias ágeis, visto que conversam muito bem entre si.


Esse monitoramento é fundamental para garantir estabilidade do sistema no decorrer do processo, pois cada fase está sujeita a muitas falhas que podem ser evitadas.


Também é interessante acompanhar o desenvolvimento do projeto pois, por não demandar, a princípio, de nenhum recurso físico, é demandado muito recurso humano, gerando stress e aumentando o lead time de entrega.


Para contornar a situação o gestor deve dimensionar corretamente a carga de trabalho dos colaboradores baseando-se nas métricas de monitoramento.

A primeira competência que um empresário, empreendedor ou consultor deve possuir é a capacidade de pensar estrategicamente. Além de atenuar riscos e reduzir chances de insucesso, uma boa estratégia ajuda a definir objetivos e traduzi-los em ações para geração de resultados.

Neste curso de Gestão para Resultados, você aprenderá na prática a elaboração de um planejamento estratégico, além de como conduzir o processo de comunicação dessa estratégia para a equipe.

Você será capaz de analisar o ambiente empresarial de diferentes frentes a fim de se antecipar a dificuldades futuras, definindo onde se quer chegar e o que fazer para chegar lá!

Incrível, né? Então não perde tempo e garanta já a sua inscrição!

Gestão para Resultados, garanta sua inscrição!

Vitor Centurione

Vitor Centurione

Grad. em Engenharia Elétrica pela UTFPR - Campus Cornélio Procópio. Desenvolveu projeto de Startup junto a Incubadora de Inovações da UTFPR - IUT através de edital de seleção pelo Hotel Tecnológico. Possui certificação avançada de analista de Machine Learning utilizando linguagem Python pelo IGTI e possui formação White Belt em Lean Seis Sigma. Especialista em otimização de conteúdo na área de Pesquisa e Desenvolvimento do Grupo Voitto.

Conteúdo relacionado

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

White Belt Em Lean Seis Sigma

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.