CURSO GRATUITO

INSCRIÇÕES ATÉ

21/06

Inscreva-se agora

O que é Layout?
O que é Layout de Produção?
Características de um bom Layout de Produção
Adequando o Layout de Produção a NR-12
Problemas gerados por um Layout de Produção mal projetado
Vantagens e desvantagens dos tipos de Layout de Produção
Qual tipo de Layout de Produção usar?
Fatores que influenciam em um Layout de Produção
Passos para implementar uma mudança de Layout de Produção
Aprenda com o ebook "Guia Definitivo Lean Seis Sigma"!

Você sabe o que é Layout de Produção? Entenda tudo sobre esse tema neste artigo!

Descubra os tipos de Layout de Produção, sua importância, quais são suas vantagens e desvantagens e o passo a passo para a sua implementação.

Thiago Coutinho
Por: Thiago Coutinho
Você sabe o que é Layout de Produção? Entenda tudo sobre esse tema neste artigo!

O layout de produção pode ser considerado uma necessidade para o processo produtivo. Esse termo refere-se ao estudo feito para melhorar a disposição de máquinas, equipamentos, produtos e postos de trabalho, além do próprio local físico.

Com a chegada da revolução industrial e da mecanização dos processos industriais, houve um grande aumento no volume de produção. Com isso, o fluxo de pessoas nas cidades e indústrias estava cada vez mais intenso.

As indústrias se expandiam cada vez mais e, por causa disso, houve a necessidade de otimizar o arranjo físico da planta a fim de aproveitar o espaço da fábrica e aumentar a eficiência no processo de produção.

O layout de produção e o fluxo produtivo estão no centro do Lean Manufacturing, que tem como objetivo enxugar o processo produtivo, eliminando os desperdícios de materiais e produtos.

Neste artigo vou te falar sobre essa técnica de organização do espaço físico conhecida como layout de produção. Se quiser saber mais, veja abaixo os tópicos que trabalharemos:

  • O que é Layout?
  • O que é Layout de Produção?
  • Características de um bom Layout de Produção;
  • Adequando o Layout de Produção a NR-12;
  • Problemas gerados por um Layout de Produção mal projetado;
  • Vantagens e desvantagens dos tipos de Layout de Produção;
  • Qual tipo de Layout de Produção usar?
  • Fatores que influenciam em um Layout de Produção;
  • Passos para implementar uma mudança de Layout de Produção.

Vamos lá?

O que é Layout?

Bom, para começarmos a entendermos o que é layout de produção, primeiro vamos entender o que significa layout. Pelo dicionário, temos que é um esboço, arranjo, esquema.

Na área de design gráfico, ele é um esboço de uma página de um site, revista ou jornal.

Nele, estão as informações, como textos e imagens, sendo seu objetivo ser trabalhado de forma que tais informações fiquem mais atrativas, despertando, assim, o interesse do leitor.

Na parte de produção, temos o layout como a forma com que os equipamentos estão distribuídos fisicamente ao longo da planta industrial.

O que é Layout de Produção?

O termo layout de produçãoou layout industrial refere-se ao arranjo feito com a disposição das máquinas, equipamentos, produtos e postos de trabalho, além do própriolocal físico.

Logo, podemos definir layout de produção como a forma que o espaço físico é montado e utilizado por uma indústria de grande, médio ou pequeno porte.

Simplificando, o layout de produção é basicamente a combinação das características do espaço físico de uma indústria com as forças de trabalho, visando a alcançar a maior produtividade.

Características de um bom Layout de Produção

Não existe um layout certo: ele deve se adaptar da melhor forma possível ao espaço físico disponível, respeitando as normas de segurança do trabalho em máquinas e equipamentos descritas na NR-12.

Um layout pode ser muito bom para a fabricação de um produto é péssimo para a fabricação de outro.

Para saber se determinado layout de produção está bom para o seu negócio, basta verificar se ele possui as características descritas abaixo:

  • Economia de movimento: um bom layout tende a diminuir as distâncias entre os diversos processos relacionados à fabricação de um produto;
  • Fluxo: se o processo possui um fluxo linear, ou seja, se entre uma operação e outra não existem paradas ou se elas são mínimas, mais correto está o layout;
  • Flexibilidade: quanto mais flexível for um layout, melhor para a implementação de novos produtos, devido à facilidade de adaptação da planta;
  • Integração: a integração com os outros departamentos é fundamental no desempenho e na produtividade. Podemos ter como exemplo o departamento da manutenção, que tem facilidade para realizar a manutenção no equipamento sem parar a produção.

É importante fazer um bom layout desde o começo, pois modificá-lo, na maioria das vezes, é um processo muito longo e custoso. Além disso, depois de definido, alterá-lo leva a perdas na produção.

O grande desafio em sua montagem é utilizar o espaço da fábrica de forma eficiente, pois esse espaço é limitado.

Adequando o Layout de Produção a NR-12

A Norma Reguladora NR-12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS e seus anexos definem “referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para resguardar a saúde e a integridade física dos trabalhadores e estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos, e ainda à sua fabricação, importação, comercialização, exposição e cessão a qualquer título, em todas as atividades econômicas[…]”.

Como podemos ver através deste trecho retirado da NR-12, ao projetar um layout de produção, é necessário que ele esteja de acordo com as determinações previstas na norma reguladora, de forma a evitar acidentes e promover segurança, conforme citamos no tópico anterior.

Problemas gerados por um Layout de Produção mal projetado

Um layout de produção mal projetado interfere diretamente em um processo produtivo, gerando:

  • Fluxos longos e confusos na produção;
  • Custos elevados de produção;
  • Maior tempo de fabricação;
  • Atrasos na produção;
  • Aumento das chances de acidentes;
  • Aumento de estoque;
  • Desperdício de espaço;
  • Maior complexidade no processo.

Vantagens e desvantagens dos tipos de Layout de Produção

O tipo de layout vai depender do processo de produção: se nele existe mais de um tipo de produto para ser produzido, ou se o produto é muito grande e de difícil transporte.

Para isso vamos descrever os tipos, suas vantagens e desvantagens individualmente.

Layout por produto ou linear

Esse layout é utilizado quando o produto se locomove pelas linhas de montagem passando da etapa X para a próxima etapa Y.

As máquinas e a fabricação de carros ficam fixas, sendo que geralmente a movimentação de materiais é realizada por esteiras.

Vantagens

  • Produção em massa;
  • Controle da produtividade.

Desvantagens

  • Pouca flexibilidade;
  • O gargalo (processo com menor rendimento) dita o ritmo da produção;
  • Alto custo de produção em pequenos lotes.

Layout por processo ou funcional

É quando os equipamentos de uma mesma família (funções semelhantes) são agrupados em uma área, como se fossem blocos. Um exemplo seria agrupar todas as máquinas de corte em um lugar e em outro, as de solda, e assim por diante.

Dois ou mais produtos distintos utilizam equipamentos semelhantes para serem fabricados e, assim, é necessário um estudo a fundo para se obter o melhor desempenho no processo de fabricação e de estruturação do layout.

Vantagens

  • Flexibilidade para atender a demanda do mercado;
  • Produtos diversificados;
  • A indisponibilidade de equipamentos não prejudica muito a produção.

Desvantagens

  • Maior área requerida;
  • Apresenta fluxo longo;
  • Dificuldade de balanceamento;
  • Maior tempo de produção.

Layout fixo ou posicional

O produto permanece fixo no local na linha de produção enquanto as máquinas, os operadores e as peças vão até ele.

Geralmente esse layout é utilizado quando o produto é muito grande e de difícil locomoção, como ocorre na fabricação de aviões, navios e submarinos.

Vantagens

  • Não existe movimentação do produto;
  • Possibilidade de terceirizar parte ou todo o processo;
  • Alta flexibilidade.

Desvantagens

  • Difícil supervisão e controle da mão de obra e matéria-prima;
  • Baixo grau de padronização;
  • Produção em pequena escala.

Layout celular

O layout em célula se caracteriza pelo agrupamento de diferentes máquinas e equipamentos, sendo cada grupo capaz de produzir todos os componentes de um mesmo grupo, como se cada célula fosse uma mini fábrica.

Os layouts em célula mais comuns são: “U”, “V” e “L”. Eles têm esse nome em função da disposição das máquinas terem o formato destas letras.

Vantagens

  • Maior flexibilidade quanto ao lote de produtos;
  • Diminuição de transporte de material;
  • Pouco estoque.

Desvantagens

  • A célula é montada para um tipo específico de produto;
  • Complexidade em elaborar o layout.

Qual tipo de Layout de Produção usar?

Então agora que você já conhece os tipos de layout e como eles funcionam, você já deve ter uma ideia de qual utilizar.

Como dito anteriormente, o tipo vai depender do processo produtivo e cabe aos gerentes de projetos definirem qual o melhor a se utilizar.

Logo abaixo temos uma imagem que te ajuda a ter uma ideia de qual layout escolher, levando em consideração vários fatores de produção, como fluxos de materiais e área de produção.

Tipos de layout.

Fatores que influenciam em um Layout de Produção

Como todo mundo sabe, o espaço em uma fábrica é limitado e deve ser utilizado de forma eficiente.

Por isso, o layout de produção deve ser pensado a fim de aproveitá-lo ao máximo. Para isso, é importante saber quais são os fatores que influenciam o layout. Que são:

  • Flexibilidade da produção;
  • Investimento em equipamentos;
  • Segurança, conforto e conveniência;
  • Utilização de mão de obra;
  • Área utilizada;
  • Estoque;
  • Manuseio de materiais;
  • Complexidade do processo produtivo.

Passos para implementar uma mudança de Layout de Produção

Para realizar uma mudança de layout de produção, primeiramente devemos estudar o processo, ver como ele funciona, quais são as etapas, o número de produtos envolvidos e o espaço utilizado, para só depois começar a elaboração de um novo layout.

Depois de entender o processo produtivo, identifique quais atividades geram e quais não geram valor ao produto, para assim tentar eliminar essas últimas quando possível.

Tente simplificar os fluxos produtivos com o objetivo de reduzir o estoque e as distâncias entre os postos de trabalho.

Assim, irá diminuir a movimentação de material, pois são processos que não agregam valor ao produto final.

Quanto mais ordenado e progressivo é um fluxo de produção, melhor será o processo de manufatura.

Se o layout tem a necessidade de ser flexível, ou seja, de sofrer mudanças na estrutura física a fim de fabricar outros produtos, o ideal é que essa alteração seja a mais rápida possível para que se mantenha uma produtividade alta.

A flexibilidade também está relacionada à facilidade de realizar manutenções nas máquinas durante a produção.

Aprenda com o ebook "Guia Definitivo Lean Seis Sigma"!

Interessante esse artigo até aqui não é mesmo? Que tal aproveitar, agora, mais um conteúdo totalmente gratuito que a Voitto preparou para você?

Desvende os principais mitos sobre a metodologia Lean Seis Sigma com o Ebook Guia definitivo Lean Seis Sigma!

Aprofunde seus conhecimentos sobre a metodologia Lean e se capacite já para se tornar um melhor profissional, e assim, conquistar as melhores vagas no mercado de trabalho!

Baixe agora e entenda como se tornar um profissional Seis Sigma aplicando a metodologia mais utilizada nas indústrias de classe mundial!

Baixe agora o Guia definitivo Lean Seis Sigma

Thiago Coutinho

Thiago Coutinho

Thiago é formado em Engenharia de Produção, pós-graduado em estatística e mestre em administração pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Black Belt em Lean Six Sigma, trabalhou com metodologias para redução de custos e otimização de processos na Votorantim Metais, ingressando posteriormente na MRS Logística como trainee, onde ocupou posições de gestor e especialista em melhoria contínua. Com certificação Microsoft Office Specialist (MOS®) e Auditor Lead Assessor ISO 9001, atendeu a diversas empresas em projetos de consultoria, além de treinamentos e palestras relacionadas a Lean Seis Sigma, Carreira e Empreendedorismo em congressos de renome nacional como o ENEGEP (Encontro Nacional de Engenharia de Produção) e internacional como Congresso Internacional Six Sigma Brasil. No ambiente acadêmico atua como professor de cursos de Graduação e Especialização nas áreas de Gestão e Empreendedorismo. Empreendedor serial, teve a oportunidade de participar de empreendimentos em diversos segmentos. Fundador do Grupo Voitto, foi selecionado no Programa Promessas Endeavor, tendo a oportunidade de receber valiosas mentorias para aceleração de seus negócios. Atualmente é mentor de empresas e se dedica à frente executiva da Voitto, carregando com seu time a visão de ser a maior e melhor escola on-line de gestão do Brasil.

Clique aqui e saiba mais!

QUER RECEBER CONTEÚDO VIP?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Respeitamos sua privacidade e nunca enviaremos spam!

voitto.com.br

© Copyright 2008 - 2024 Grupo Voitto - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

[Curso Gratuito] Treinamento De White Belt Em Lean Seis Sigma

Para baixar o material, preencha os campos abaixo:

Possui graduação completa?

Concordo em receber comunicações de acordo com a Política de Privacidade.